Cidades Coirmãs

Share

São cidades com relações amistosas e cidades de intercâmbio

“Cidade irmã” é um conceito que tem como objetivo, criar relações e mecanismos protocolares, essencialmente em nível econômico e cultural, através dos quais cidades ou vilas de áreas geográficas ou políticas distintas, estabelecem laços de cooperação.

Geralmente, as cidades irmãs têm características semelhantes (demográfico, por exemplo) ou pontos e referências históricas comuns.

Este conceito assemelha-se à prática da correspondência na rede mundial, onde os amigos por correspondência são cidades ou vilas no seu conjunto. Estes acordos levam ao estabelecimento e intercâmbio cultural, partilha de conhecimento, ensino (estudantes) e políticas empresariais entre outras actividades.

Fonte: Geminação de cidades.
Acessado em 10 de fevereiro de 2010.

 


Leon - NI

Nicarágua

Bandeira da cidade de Leon, Nicaragua.

Data de firmação da relação de co-irmandade: 08/07/2004

Objetivo

Visa ao intercâmbio cultural, social, comercial e econômico entre aquela cidade e Londrina.

Sobre a cidade

León é uma cidade da costa oeste da Nicarágua, capital do departamento de León, sua população estimada em 2003 era de 163.000 habitantes. A cidade está localizada na latitude 12,43° norte e longitude 86,89° oeste.

O nome completo da cidade desde a época colonial é León Santiago de los Caballeros, porém, este nome é raramente utilizado.

León é cortada pelo rio León e está localizada a 70 km de Manágua e 15 km da costa do oceano Pacífico. León é considerada o centro intelectual da Nicarágua, com uma universidade fundada em 1813. León é também um importante centro industrial e comercial da Nicaragua.

A cidade de León foi fundada em 1523 por Francisco Hernandes de Córdoba a uns 30 km de sua localização atual, porém, após uma erupção do vulcão Momotombo, que afetou severamente a cidade, León foi mudada para sua localização atual, sobre o antigo povoado indígena de Subtiaba.

León possui exemplos muito interessantes da arquitetura colonial espanhola, como a grande catedral de San Pedro, construída entre 1706 e 1740. Suas duas torres foram agregadas entre 1746 e 1779.

Após a independência da Nicaragua, retirando-se das Províncias Unidas da América Central em 1839, León tornou-se a capital da Nicaragua. Durante alguns anos, a capital mudou freqüentemente entre León e Granada, conforme o partido que ocupava o poder. Esta situação se resolveu quando se escolheu uma terceira cidade como capital do país em 1858, Manágua, localizada entre as duas cidades.


Toledo - EUA

Ohio, EUA

Bandeira da cidade de Toledo, Estados Unidos da América do Norte.


Data de firmação da relação de co-irmandade: 01/04/1976

Objetivo

Emparceirar Estados norte-americanos com países ou Estados latino-americanos em irmandades Estado-Estado ou cidade-cidade.

Sobre a cidade

A cidade de Toledo (287 mil habitantes), localizada no estado de Ohio (EUA), às margens do lago Erie, apesar da condição de metrópole moderna ainda conserva o característico ar de Velho Oeste na fachada de antigas mansões. É recortada por um diversificado sistema de transportes que inclui rodovias estaduais e nacionais, quatro sistemas de ferrovias e três aeroportos.

Apresenta inúmeros destaques turísticos: um distrito escolar que inclui a Universidade de Toledo (70 cursos de graduação), um porto, um vasto museu de arte (dotado de jardim de esculturas e um Centro para o vidro, conforme a vocação de Toledo para Cidade do Vidro), um Centro de Ciência e Indústria que inclui um Museu de Ciências, o teatro Valentine (sede de uma orquestra sinfônica), zoológico (que inclui ursos polares) e estádios de Baseball e Hockey.

 


Nishinomiya - JP

Hyogo, Japão

Bandeira da cidade de Nishinomiya, Japão

Data de firmação da relação de co-irmandade: 11/05/1977

Objetivo

Promover mútua e imorredoura amizade, através de intercâmbio cultural, comercial e econômico.

Empenhar o melhor de seus esforços, na busca do bem comum e do progresso econômico e social, assim como empenhar esforços para a paz mundial.

Sobre a cidade

Nishinomiya, a "cidade da educação, cultura e moradia", localiza-se no Japão central, entre as cidades de Osaka e Cobe. Na realidade, a fronteira entre estas cidades (visto, p. ex., a partir de uma foto aérea) é quase indistinguível. Elas formam um conjunto de grandes metrópoles.

A cidade constitui um grande centro comercial e industrial, com população de 440 mil habitantes e, ao mesmo tempo, uma cidade histórica (as primeiras povoações no local datam de 1600 anos). Ela passou a se destacar como grande centro econômico a partir de 1644, quando uma importante fonte de água mineral foi descoberta e com isso a cidade passou a constituir um pólo de produção de Saquê (vinho derivado de arroz). Atualmente, ela conserva esta tradição e se destaca também como grande centro de alta tecnologia e oferta de serviços.

Fisicamente, a cidade, de formato alongado, se divide em dois componentes: ao Norte, uma região montanhosa (Montes Rokko) de natureza exuberante (esparsamente povoada) e, ao Sul, um grande complexo urbano residencial e industrial. Nishinomiya possui inúmeras atrações turísticas, templos e mansões antiquíssimos que constrastam com a arquitetura de edifícios ultramodernos como o centro esportivo Koshien Stadium.

 


Nago - JP

Okinawa, Japão

Bandeira da cidade de Nago, no Japão.

Data de firmação da relação de co-irmandade: 09/07/1993

Objetivo

Estabelecer vínculos sócio-culturais, visando ao estreitamento de relações de amizade e fortalecimento do espírito de solidariedade, passando pelo campo da ciência, arte e cultura em geral, além de intercâmbio de experiências técnicas, profissionais e científicas.

Sobre a cidade

A cidade costeira de Nago (58 mil habitantes), localizada na região Norte da Ilha de Okinawa (Arquipélago do Japão), constitui um importante centro turístico internacional.

A história da região, conhecida como "Yanbaru", remonta à Idade Média e inclui a colonização chinesa, a conquista japonesa e uma invasão americana (Batalha de Okinawa, 1945). Consiste num lugar de culturas ricas - possui grandes hotéis de classe internacional, onde se pratica variado número de esportes aquáticos.

A cidade tem alcançado projeção internacional em função da resistência contra a instalação de uma possível base militar americana (um heliporto), o que representaria a afluência de centenas de milhões de dólares para a região. Através de um referendo popular, a proposta de instalação da base foi recusada.

 


Guimarães - PT

Minho, Portugal

Bandeira da cidade de Guimarães, Portugal.

Data de firmação da relação de co-irmandade: 27/09/1985

Objetivo
 

Estabelecer laços de relação e amizade permanentes, com vistas a melhor conhecimento, entendimento, intercâmbio de experiências e cooperação mútuas.

Sobre a cidade

A belíssima cidade de Guimarães, onde nasceu o primeiro rei de Portugal (Rei Afonso Henriques), também é considerada berço da nacionalidade portuguesa. Nesta cidade, patrimônio cultural da humanidade, sucederam-se os acontecimentos mais marcantes da independência portuguesa (com relação ao reino de Castela e Leão, atual Espanha).

Guimarães situa-se na região do Baixo Minho, onde a natureza cobre os montes com extensos pinheirais, e os vales com altos vinhedos, o que lhe confere característica única no conjunto do território português. A cidade, que remonta ao séc XII, oferece ao visitante belíssimos exemplos de arquitetura medieval, bem como o magnífico centro histórico.

  


Modena - IT

Romagna, Itália

Bandeira da cidade de Modena, Itália.


Data de firmação da relação de co-irmandade: 06/11/1992

Objetivo

Estreitar relações para um profícuo advento de intercâmbio de informações, documentação e experiências sobre temas de comum interesse e para integração entre cultura e história das duas regiões, através de diversas atividades.
Co-irmandade (1996), considerando o interesse em iniciar o desenvolvimento de colaboração institucional econômico, produtivo e comercial, científico, tecnológico, social e cultural.

Sobre a cidade

A cidade italiana de Módena (620 mil habitantes), localiza-se num território montanhoso do Norte da Itália (Emilia Romagna). Este território, habitado na alta antigüidade por etruscos, foi conquistado pelo império romano no séc. II a.c. - nesta ocasião, os romanos fundaram uma vila denominada "Mutina".

A cidade possui uma história riquíssima e conta com inúmeros monumentos tombados pelo patrimônio histórico e artístico internacional, como a "Piazza Martiri", uma das mais belas praças da Europa.

Trata-se de uma cidade moderna, culturalmente ativa, com indústria e agricultura sólidas e bastante diversificadas.

 


Zhenjiang - CN

Jiangsu, República Popular da China

Bandeira da cidade de Zhenjiang, China


Data de firmação da relação de co-irmandade: 15/08/1994

Objetivo

Estabelecer laços amistosos entre os seus cidadãos e promover uma ampla cooperação e intercâmbios nos domínios da Economia, Comércio, Indústria, Tecnologia, Cultura, Arte, assim como em outras áreas de interesse comum, em prol do desenvolvimento e prosperidade das duas cidades.

Sobre a cidade

A cidade portuária de Zhenjiang (rio Yangtsé), na província de Jiangsu (China centro-oriental), com 620 mil habitantes (2.600.000 hab. incluindo-se distritos sob sua jurisdição) possui uma história que data de 221 a.c., quando foi conquistada pelo primeiro imperador da China (Imperador Qin) e transformada em cidade (era povoada, desde o séc. VIII a.c., por feudos).

A cidade é muito próspera e moderna, até mesmo para os padrões chineses, possui uma rica agricultura, bem como avançada indústria, movimentado comércio, 541 instituições de pesquisa científica, 94 faculdades e escolas técnicas, entre elas a Universidade de Ciência e Tecnologia de Jiangsu, que oferece 186 especialidades. A beleza de seus bairros tradicionais, da região Sul, é motivo de admiração para inúmeros pintores.