Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Portal da Prefeitura do Município de Londrina - Núcleo de Comunicação
Prefeitura realiza setima audiência pública para LDO
Seg, 22 de Março de 2010 22:56
É a primeira na região urbana e será realizada hoje, a partir das 19h, no salão paroquial da igreja Nossa Senhora da Graça, que fica na rua Luiz Dias, n° 393, no jardim Petrópolis


A Prefeitura de Londrina realiza hoje (dia  23) a sétima audiência pública para debater com a comunidade as propostas para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2011. É a primeira na região urbana e acontece a partir das 19h, no salão paroquial da igreja Nossa Senhora da Graça, que fica na rua Luiz Dias, n° 393, no Jardim Petrópolis. Assim como nas oito audiências anteriores, o prefeito Barbosa Neto e a equipe de secretários e assessores estarão presentes. As primeiras seis audiências aconteceram nos distritos rurais porque, com exceção da Warta, esses locais não tinham recebido as audiências do PPA, no ano passado. Neste ano, as audiências foram no patrimônio Espírito Santo, nos distritos de Guaravera,  Lerroville, Maravillha,  São Luiz e Paiquerê. No distrito de Paiquerê, na última quinta-feira (dia 18), os moradores reivindicaram pavimentação nas ruas, ainda, sem asfalto; recapeamento asfáltico das estradas que ligam Irerê a Paiquerê e Paiquerê a Guairacá; além da recuperação das estradas rurais da região e mais segurança. O prefeito Barbosa Neto anotou todas as reivindicações e anunciou a construção de 149 casas populares pelo Programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal. Também, disse aos participantes da audiência que, nos próximos dias, a Prefeitura vai reformar a unidade de saúde do distrito. Em São Luiz, na terça-feira (dia 16), os moradores cobraram casas populares, empregos e a abertura do Centro de Educação Infantil. O prefeito Barbosa Neto informou que o centro de educação infantil será inaugurado em abril, e comunicou, ainda, à população que, no prazo de 30 dias, a prefeitura vai entregar, aos moradores do Distrito, uma Academia ao Ar Livre. Em atendimento à reivindicação da população, a Companhia de Habitação de Londrina (Cohab) realizou, no último sábado (dia 20), um cadastramento de moradores interessados no programa Minha Casa Minha Vida.
(Londrina, 23 de março de 2010)
 
Barbosa Neto inaugura primeira horta comunitária
Seg, 22 de Março de 2010 12:24
A primeira horta foi instalada em presídio feminino e é passo inicial de um projeto que pretende expandir hortas comunitárias por toda a cidade

Prefeto Barbosa Neto inaugura horta ComunitariaFoi inaugurada hoje (dia 30), pelo prefeito Barbosa Neto, a primeira horta comunitária. O local escolhido foi o Terceiro Distrito Policial, no jardim Bandeirantes, que é abrigo prisional a 60 detentas. Na horta, as presas terão verduras como alface, brócolis, couve, almeirão, além de pimenta e ervas como guaco, melissa e manjericão.

As plantas cultivadas vão proporcionar uma grande melhoria na quantidade de nutrientes existentes na alimentação das detentas, como minerais, vitaminas e fibras. “O presídio foi escolhido para estrear o projeto porque, além da questão da melhoria na alimentação, existe toda a questão social, de recuperar nessas mulheres a auto-estima e a capacidade de se ressocializar”, declarou Barbosa Neto durante a inauguração.

O prefeito lembrou ainda que as hortas comunitárias que devem ser espalhadas por toda a cidade vão ajudar a resolver não só questões nutricionais e de hábitos alimentares. “Usaremos terrenos baldios para formar as hortas, o que vai evitar crescimento de mato e proliferação de doenças contra a dengue”, destacou Barbosa Neto.

O projeto é resultado de uma parceria entre Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, e sociedade londrinense, no qual a Secretaria de Agricultura dá toda a assessoria e suporte técnico e as comunidades concedem as mudas, sementes e ajuda no cultivo.

A secretária municipal de Agricultura, Marisol Chiesa, afirmou que as novas hortas comunitárias que serão instaladas por todo o município serão um incentivo a uma política de readequação alimentar. “É a primeira semente que plantamos, o início de um trabalho de melhoria da alimentação da população londrinense”, destacou a secretária.

A inauguração foi celebrada pela delegada do Terceiro Distrito Policial, Geane Aparecida dos Santos. Ela ressaltou que, além dos benefícios alimentícios conseguidos com a nova horta, as detentas terão a oportunidade de conseguir a remissão de suas penas, já que elas próprias ajudarão a cuidar das plantações. “Cada três dia trabalhados no cultivo da horta representarão um dia a menos na pena”, disse a delegada.  

As primeiras mudas plantadas devem estar prontas para o consumo em aproximadamente 15 dias. A prefeitura tem previsão de inaugurar novos pontos do projeto na vila Marízia, no terreno da cooperativa Reciclando Vidas, no próprio jardim Bandeirantes, no colégio Kazuko Ohara, em parceria com a Associação de Pais e Mestres da região, no jardim São Marcos, junto com a Organização Não Governamental (ONG) Reciclando Vidas, e no distrito de Lerroville.
 
Educação prevê nova rota e data para entrega de merenda
Seg, 22 de Março de 2010 09:22
Para evitar problemas, secretarias se reuniram hoje (22) para discutir melhorias na logística de entrega do fornecedor; novas medidas entram em vigor a partir de abril


Foi realizada hoje (22), pela manhã, uma reunião entre as secretarias municipais de Educação e Gestão Pública, Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e um fornecedor de gêneros alimentícios para definir mudanças no trajeto da entrega dos alimentos na data prevista pela prefeitura de Londrina. Os produtos fazem parte da merenda escolar de aproximadamente 40 mil alunos. Segundo a secretária municipal de Educação, Vera Hilst, são 147 unidades educacionais atendidas divididas entre 66 Centros de Educação Infantil conveniados e 81 escolas e creches municipais que vão receber os alimentos em tempo hábil, definido pela prefeitura. “O fornecedor com o qual nos reunimos hoje estava com problemas de logística na entrega dos produtos, e agora ele terá que se adequar para atender as novas rotas e datas de entrega que criamos”, informou a secretária. Vera Hilst deixou claro que não houve falta de merenda, mas para que o sistema continue funcionando, e que melhore a cada dia, haverá esta apropriação a partir de abril. De acordo com a secretária, serão adaptados no contrato aditivos qualitativos, definindo as entregas dos lotes semanalmente, para facilitar a logística do fornecedor, e assim atender a todas as unidades no prazo imposto. A secretária informou também que a reunião é normal, e que tem o objetivo de acompanhar o andamento dos serviços dos fornecedores em Londrina para evitar problemas.
(Londrina, 22 de março de 2010)
 
Capina e roçagem serão remuneradas por serviço executado
Seg, 22 de Março de 2010 22:04
A empresa Visatec Construções e Empreendimentos inicia, amanhã, os serviços de capina e roçagem em locais públicos; valor será de R$ 0,1376 por metro quadrado


A empresa londrinense Visatec Construções e Empreendimentos Ltda. foi a vencedora do contrato emergencial para a realização do serviço de capina, roçagem, raspagem e retirada de entulho das áreas públicas de Londrina. Pelo novo contrato, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) vai pagar R$ 0,1376 por metro quadrado do serviço realizado. O anúncio do resultado foi feito pelo presidente da CMTU, Nelson Brandão. Ele informou que o novo contrato estabelece nova forma de pagamento do serviço. Agora será feito por medição e rendimento. “Após o serviço executado, a CMTU terá uma equipe de fiscais para comprovar a sua execução e, a partir daí, realiza o pagamento”, informou Brandão. A duração do contrato é de 90 dias, podendo, ser renovado por mais três meses. De acordo com o presidente, em caso hipotético da empresa realizar os serviços de roçagem e capina de 2,5 milhões de metros quadrados por mês, o valor a ser pago será de R$ 343.750,00. O contrato anterior tinha valor global de R$ 392 mil mensais. Brandão destacou que a CMTU vai definir, junto à empresa, um cronograma semanal de serviços a serem executados. A expectativa é que, nos primeiros 10 dias, pelo menos, 1 milhão de metros quadrados sejam realizados. “Acho que o novo contrato vai melhorar bastante o serviço. Quanto mais render, mais trabalho, melhor para a cidade e para a população”, afirmou.  Outra novidade do contrato é que os serviços de capina, roçagem, raspagem e retirada de entulho das áreas públicas sejam também estendidos aos distritos rurais. Anteriormente, esses serviços eram feitos pelos operários da Secretaria de Agricultura. O novo contrato exige da Visatec a utilização de sete caminhões e de duas pás carregadeiras para recolhimento do lixo e limpeza dos ecopontos.
(Londrina, 23 de março de 2010)
 
Barbosa Neto inaugura primeira horta comunitária
Seg, 22 de Março de 2010 12:24
A primeira horta foi instalada em presídio feminino e é passo inicial de um projeto que pretende expandir hortas comunitárias por toda a cidade

Prefeto Barbosa Neto inaugura horta ComunitariaFoi inaugurada hoje (dia 30), pelo prefeito Barbosa Neto, a primeira horta comunitária. O local escolhido foi o Terceiro Distrito Policial, no jardim Bandeirantes, que é abrigo prisional a 60 detentas. Na horta, as presas terão verduras como alface, brócolis, couve, almeirão, além de pimenta e ervas como guaco, melissa e manjericão.

As plantas cultivadas vão proporcionar uma grande melhoria na quantidade de nutrientes existentes na alimentação das detentas, como minerais, vitaminas e fibras. “O presídio foi escolhido para estrear o projeto porque, além da questão da melhoria na alimentação, existe toda a questão social, de recuperar nessas mulheres a auto-estima e a capacidade de se ressocializar”, declarou Barbosa Neto durante a inauguração.

O prefeito lembrou ainda que as hortas comunitárias que devem ser espalhadas por toda a cidade vão ajudar a resolver não só questões nutricionais e de hábitos alimentares. “Usaremos terrenos baldios para formar as hortas, o que vai evitar crescimento de mato e proliferação de doenças contra a dengue”, destacou Barbosa Neto.

O projeto é resultado de uma parceria entre Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, e sociedade londrinense, no qual a Secretaria de Agricultura dá toda a assessoria e suporte técnico e as comunidades concedem as mudas, sementes e ajuda no cultivo.

A secretária municipal de Agricultura, Marisol Chiesa, afirmou que as novas hortas comunitárias que serão instaladas por todo o município serão um incentivo a uma política de readequação alimentar. “É a primeira semente que plantamos, o início de um trabalho de melhoria da alimentação da população londrinense”, destacou a secretária.

A inauguração foi celebrada pela delegada do Terceiro Distrito Policial, Geane Aparecida dos Santos. Ela ressaltou que, além dos benefícios alimentícios conseguidos com a nova horta, as detentas terão a oportunidade de conseguir a remissão de suas penas, já que elas próprias ajudarão a cuidar das plantações. “Cada três dia trabalhados no cultivo da horta representarão um dia a menos na pena”, disse a delegada.  

As primeiras mudas plantadas devem estar prontas para o consumo em aproximadamente 15 dias. A prefeitura tem previsão de inaugurar novos pontos do projeto na vila Marízia, no terreno da cooperativa Reciclando Vidas, no próprio jardim Bandeirantes, no colégio Kazuko Ohara, em parceria com a Associação de Pais e Mestres da região, no jardim São Marcos, junto com a Organização Não Governamental (ONG) Reciclando Vidas, e no distrito de Lerroville.
 
Operação tapa-buracos atende 14 locais hoje
Seg, 22 de Março de 2010 05:41
Procedimento é efetuado por quatro equipes de operários da Secretaria Municipal  de Obras; população pode solicitar o serviço pelo telefone 3341-1195


O serviço de tapa-buracos da Secretaria Municipal de Obras trabalha hoje (22), em 14 pontos das vias públicas do município. A operação é realizada por quatro equipes de operários. A primeira delas executa o serviço nas ruas Ardinal Ribas, Estorial, alem da avenida Esperanto com a Tiradentes. A segunda equipe trabalha nas ruas Oswaldo Nunes, Santo Menegazzo, Reciclagem, Luigi Amorese. O terceiro grupo de operários executa o trabalho nas ruas Milão, Veneza, Verona com a Lisboa, Sílvio Pegoraro com a Lucilla Ballalai, alem da avenida Duque de Caxias e a Guilherme de Almeida. Por fim, a quarta equipe realiza remoção borrachudo na avenida São Paulo. Serviço O setor para a solicitação de cobertura de buracos é ligado à Diretoria de Pavimentação da Secretaria de Obras. O atendimento é feito pelo telefone (43) 3341-1195, das 7h às 13h.
(Londrina, 22 de março de 2010)  
 


Página 1116 de 1432

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 1913 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner