Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Portal da Prefeitura do Município de Londrina - Núcleo de Comunicação
Idosos fazem visita monitorada à Exposição Agropecuária
Qui, 08 de Abril de 2010 07:54
Cerca de 500 idosos participantes dos Grupos de Convivência vão visitar a Exposição Agropecuária amanhã; técnicos da Secretaria do Idoso farão acompanhamento


Amanhã (9), a partir das 14h, aproximadamente 500 idosos irão desfrutar de uma visita monitorada a 50ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina. Eles participam de algum dos 23 Centros de Convivência monitorados pela Secretaria Municipal do Idoso, e serão monitorados por 16 técnicos durante a visita. De acordo com a secretária do Idoso, Liz Clara Ribeiro de Campos, uma das principais vantagens para o idoso é a entrada gratuita. “Muitos dos idosos que participam dos grupos têm entre 60 e 64 anos e, portanto, teriam de pagar meia entrada para visitar a Exposição. Com os grupos, eles chegam no Parque de Exposições, confirmam o nome em uma listagem prévia e podem entrar gratuitamente”, explicou. Além disso, o atrativo da convivência também pesa para a realização da visita. “Muitos dos idosos têm poucas alternativas de lazer. Indo em grupo, eles têm companhia, podem conversar, comentar as atrações”, enumerou Liz Clara. “Os Grupos de Convivência já incorporaram a Exposição ao seu calendário de atividades. Nós fomos, inclusive, cobrados em reuniões”, afirmou. Maria Aparecida da Cruz Messias é uma das idosas que vai à Exposição amanhã. Ela mora na zona leste da cidade e participa do Grupo de Convivência do Conjunto Habitacional Ernani Moura Lima. “Todo mundo no grupo fica muito feliz com a visita. Desde hoje já estão querendo saber os horários, combinando como ir”, comentou. “Os homens gostam de olhar as novidades, o maquinário. E a maioria dos idosos se interessa mais pelos animais, vacas, bois, essas coisas”, disse animada.
(Londrina, 8 de abril de 2010)
 
Prefeito recebe jovens do Harlem Globetrotter Brasileiro
Qui, 08 de Abril de 2010 03:32
Londrina, que é a sede brasileira do Harlem Globetrotter, recebeu, hoje,  10 jovens que vão participar do reality show, que vai escolhe um deles para  integrar o time americano


fa10755a7793cca70156b2c1592f344cO prefeito de Londrina, Barbosa Neto, recebeu hoje (dia 8), no estande da Sercomtel, instalado na 50ª Exposição Rural do Paraná, no Parque Ney Braga, os 10 jovens escolhidos para participarem do Harlem Globetrotter Brasileiro, reality show que escolherá um brasileiro como o mais novo integrante dos Harlem Globetrotters. “Londrina tem orgulho de ser a sede brasileira do Harlem  Globetrotter”, disse o prefeito.
 
Participam, junto com o prefeito, o senador da República, Osmar Dias (PDT); os deputados estaduais Fernando Scanavaca e Neivo Beraldin (PDT); o deputado federal, Abelardo Lupion (DEM), os presidentes da Sercomtel, Fernando Kireeff,e da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), Paulo Roberto de Oliveira. Também, estavam presentes, os organizadores Paulo Belotti e Leo Eller.
 
Dede o dia 10 de janeiro, jovens de todo o Brasil acessaram o site da promoção, enviando vídeos em que exibem toda a sua destreza com a bola alaranjada. Os 10 mais habilidosos vieram a Londrina para a realização de um treinamento intensivo, com testes eliminatórios, para mostrar quem é o melhor e aprender o que é ser um Globetrotter.
 
No próximo sábado, chegam a Londrina, dois jogadores e um técnico do Harlem, que serão responsáveis pelo treinamento e seleção dos quatro que vão para final. O vencedor será anunciado no dia 24 de abril, no programa Caldeirão do Huck.
 
Na próxima segunda-feira (dia 12), os organizadores farão a apresentação oficial do Harlem Globetrotter Brasileiro, a partir das 16h, no ginásio do colégio Mãe de Deus, local dos treinamentos.
(Londrina, 8 de abril de 2010)
 
Prefeitura já pode licitar a obra e iniciar o Teatro Municipal
Qui, 08 de Abril de 2010 02:36
Prefeito Barbosa Neto disse que os R$ 6,5 milhões empenhados pelo Ministério da Cultura possibilitam a primeira fase do empreendimento


ddf1a1966822a64703d3aa54098debf8O prefeito Barbosa Neto e o secretário de Cultura, Leonardo Ramos, anunciaram hoje (dia 8), durante a entrevista coletiva semanal, o empenho para a liberação dos recursos provenientes do Ministério da Cultura, no valor de R$ 6,5 milhões, para a construção da primeira fase do Teatro Municipal de Londrina. “Realmente é um recurso grande e nós temos que comemorar, afinal de contas, é um sonho de mais de quarenta anos dos nossos artistas”, disse o prefeito. “Acho que o mais difícil aconteceu, que é o empenho efetivo destes R$ 6,5 milhões e agora nós vamos correr contra o tempo, obviamente, para podermos apresentar os projetos que já forma levados, mas fazer a licitação  para que a gente tenha o início destas obras ainda este ano e a gente espera fazer esta construção dentro, é claro, de todos os preceitos técnicos”, declarou Barbosa. O prefeito disse que o objetivo é construir em etapas e que espera entregar o sonhado Teatro Municipal num prazo de dois anos.  “Vamos postular que este teatro possa ser feito numa construção modular, entregando estas obras por etapas para quer possamos entregar em um prazo de dois anos já servindo para a comunidade”, declarou. Com o empenho, o município já pode realizar a licitação da obra e iniciar a construção do sonhado Teatro Municipal. “Nós não podemos atropelar este processo, temos que ter calma, foi uma conquista muito grande, mas a gente também tem que correr contra os prazos para tenhamos condições de iniciar as obras o quanto antes”, finalizou o prefeito. Na próxima semana, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, deve confirmar sua presença em Londrina, em atendimento ao convite do prefeito, para participar da solenidade de liberação dos recursos do ministério.
(Londrina, 8 de abril de 2010) Foto: Luiz Jacobs  
 
Prefeito acompanha Osmar Dias na 50ª Exposição Rural
Qui, 08 de Abril de 2010 04:20
Osmar Dias disse, em entrevista à imprensa, que busca aliança com o PT; prefeito pediu a intercessão do senador, junto à FPF, para liberação do Estádio do Café


3b440efc04e0c2da05603d86b4bbc474O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, acompanhou, hoje (dia 8), a visita do senador da República, Osmar Dias (PDT), durante a 50ª Exposição Agrícola de Londrina, no parque Ney Braga.  Durante a entrevista coletiva, o senador abordou a relação do PDT com o PT. “O PDT fez uma proposta civilizada, republicana e política ao PT, e espera que a resposta do PT seja civilizada, política e republicana. O que o PDT quer é disputar a eleição para ganhar e não para fazer figuração. Para isto, nós estamos propondo a Gleisi de vice na chapa, abrindo assim caminho para outros partidos da base aliada do governo Lula compor esta chapa. Foi isso que o presidente Lula me disse, quando conversou comigo pela primeira vez. E é isso que eu estou esperando que aconteça”, disse o senador, que é candidato a governador do Paraná. Osmar afirmou que a aliança é com o presidente Lula e desdenho comentários de dirigentes estaduais do Partido dos Trabalhadores. “Eu acho que eu não devo comentar as declarações do deputado Enio Verri porque não foi com ele que eu comecei a conversa sobre alianças no estado do Paraná. Foi com o presidente Lula, e, para concluir essa conversa, eu devo conversar com o presidente Lula e não com o Enio Verri, porque ele não participou das conversas. O que ele não sabe é que, desde o início, o PDT propôs a Gleisi como vice. Desce o início, o presidente Lula propôs  que os partidos da sua base  de governo apoiasse a nossa candidatura. É isso que eu tenho combinado, é essa proposta política que nós fizemos ao PT. E eu espero uma resposta política”, afirmou. O senador reafirmou a sua disposição para conversar com o presidente Lula. Quando o presidente Lula quiser, eu estou à disposição. Estive com ele na quarta-feira passada, tivemos uma boa conversa, longa conversa, aliás. Eu tenho me entendido bem com o presidente. Eu acho que o PT do Paraná precisa se entender com o presidente Lula. Porque ele me disse que o ideal é ter um palanque único, para apoiar a candidata Dilma no Paraná. E o PT do Paraná parece que não quer isso, quer agredir. E eu não estou nessa estratégia de divisão.Estou na estratégia de união das forças que apoiam o governo Lula no Congresso Nacional. Futebol e a liberação do VGD O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, aproveitou a visita do senador Osmar Dias para solicitar sua intervenção, junto à Federação Paranaense de Futebol, no sentido da  liberação do Estádio do Café.
“Solicitei ao senador Osmar Dias que interceda junto à própria Federação, para que a gente tenha o derby, o clássico Londrina contra Portuguesa, no Estádio do Café, para que haja essa partida sem nenhum prejuízo”, declarou. Barbosa lembrou das obras de reforma feita pela Prefeitura que começaram na última segunda-feira. “Já há uma força tarefa do município esperando a vistoria técnica que será feita no dia 16. Mas as obras estão começando a todo vapor, e nós estamos fazendo aquilo que, desde a inauguração do Estádio do Café, não se fez: investindo meio milhão de reais. E aí nós esperamos a compreensão por parte da Federação. Caso isso não aconteça, nós vamos acreditar que há realmente uma perseguição em relação à cidade de Londrina”.
(Londrina, 8 de abril de 2010)
   
 
Barbosa Neto falou de quiosques e conselho tutelar na coletiva
Qui, 08 de Abril de 2010 03:04
Prefeito Barbosa Neto foi questionado pelos jornalistas, também, sobre as canaletas exclusivas para o transporte coletivo e a questão do time de basquete da cidade


  Durante a entrevista coletiva semanal concedida hoje (dia 8), o prefeito Barbosa Neto, abordado pelos repórteres, respondeu  assuntos como os quiosques do calçadão, o funcionamento do Conselho Tutelar, as canaletas exclusivas para o transporte coletivo e a questão do time de basquete da cidade. Sobre os quiosques, o prefeito disse que os atuais permissionários tiveram tempo para se adequar, porém a Justiça concedeu o direito da Prefeitura de removê-los do local. ‘Eles tentaram em todas as ações, ao longo dos anos, mas agora a instância nos permite a desocupação dos espaços e nós estamos fazendo isso. Não sei com relação aos outros, mas todos eles já foram notificados que vão ter que desocupar o espaço público. O prazo é o prazo da lei, eles já foram comunicados, e eles vão ter que se adequar à nova legislação conforme nós tínhamos estabelecido lá atrás”, afirmou. Ele lembrou que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPUL), estão realizando estudos técnicos para a padronização dos quiosques, que serão licitados e instalados após a reforma do calçadão. “Com a liberação da justiça, que ganhamos em todas as instâncias, àqueles que estão irregulares, que não conseguiram liminar, vão perder o seu espaço para que possamos licitar e fazer aí a ocupação dentro do respeito ao código de posturas, daquilo que defendemos, que é uma ocupação melhor do espaço, que vai garantir o direito de ir e vir dos cidadãos”, declarou o prefeito. “Ninguém pode ter privilégios, e todos têm que acatar a lei”, concluiu. Sobre o funcionamento do Conselho Tutelar na região norte, que paralisou o atendimento hoje, o prefeito lembrou que a Secretaria Municipal de Assistência Social vem encontrando dificuldades para locar um imóvel para o órgão. “A Secretaria de Assistência Social tem comunicado isso aos próprios membros do conselho tutelar, há uma dificuldade em encontrar imóveis, a exigência de aluguel com serviço público com o município ela é muito grande, tem alguns proprietários que não gostam de alugar para o município ou para o estado. Há uma dificuldade em encontra espaço vago da iniciativa privada”, declarou. Barbosa reafirmou o compromisso de resolver a questão. “Então nós estamos buscando algum consenso procurar adequar o espaço, mas provisoriamente  precisamos ter uma decisão emergencial até esperamos assinar um termo de ajuste de conduta com o ministério público que está intermediando estas negociações. A gente não pode deixar a cidade prejudicada, sem os conselhos participando e fiscalizando, como determina a justiça". Em relação às faixas exclusivas para o transporte coletivo, o prefeito disse que é uma decisão que dificilmente tem volta. “Esta situação dificilmente vai mudar, porque já está definida, com projetos prontos. A gente precisa entender que a cidade cresceu, o número de veículos é muito grande. Nós estamos tomando uma iniciativa que há mais de 20 anos eu ouço candidatos falarem, é uma decisão que precisa ser tomada e a gente está tendo a coragem de tomar. Há quantos anos a gente espera por faixas exclusivas para ônibus. As cidades de Londrina, Maringá, já estão com restrição para veículos. Nós estamos privilegiando os pedestres e o transporte público” abordou. O prefeito reafirmou o próximo dia 12 de abril, o início das operações na avenida João Cândido. “Está programado para o dia 12. As pessoas precisam ter esta compreensão. As pessoas reclamam se você está reformando o calçadão, reclamam se está reformando o Moringão, as pessoas reclamam se você está reformando o Estádio do Café, reclamam das alterações que estão sendo feitas em benefício da cidade. Então vão continuar reclamando. Nós ouvimos e se houver erros nós voltamos atrás, temos essa humildade. Mas existem critérios técnicos definidos que nós temos que respeitar. A cidade não pode parar. Ai nós estamos tocando aquilo que foi planejado”, afirmou. Barbosa Neto falou também do basquete e da questão envolvendo a ADL. “Estou do lado certo, como sempre estive, estou do lado da cidade. O município investe R$ 210 mil reais no basquete, conseguimos o apoio da Campos do Conde com mais 20 mil reais mensais, 20 mil reais mensais da Sercomtel. E existem critérios técnicos que têm que ser respeitados na prestação das contas”, declarou. “Se houver erros nós vamos tomar as providências, vamos reter o dinheiro, até que se prove que a prestação foi correta. Eu estou ao lado do basquete, nós resgatamos o basquete, Londrina tem a melhor média de público do basquete brasileiro. Nós investimos no Moringão, apoiamos os próprios gestores, duplicamos o valor de recursos de investimentos do município. Agora, eu não quero entrar nesta briga: eu gosto muito do Paulo Chanan, gosto muito do Ênio Vecchi, eu não quero fazer uma queda de braço. Aliás, isto é ruim. Eu acho que a gente tem que fazer o que é correto, e aqueles que estiverem com a razão obviamente vão ter o nosso respeito. Agora Londrina não pode perder a cidade apaixonada pelo basquete como nós somos, apaixonados pelo esporte. E esperamos que eles possam fumar o cachimbo da paz” Por fim, o prefeito defendeu o secretário municipal de Saúde, Agajan Der Bedrossian e disse que o secretário tem o apoio também da categoria da saúde. “Eles estão muito motivados e têm a confiança do prefeito de Londrina, que confia também no secretário. Aliás, quem escolheu o secretário Agajan Der Bedrossian foi a comunidade médica. Eu tenho abaixo assinado com mais de dois mil nomes dos 3200 funcionários que nós temos na Secretaria Municipal de Saúde. E é graças a isso que o secretário Agajan tem de manter um serviço de qualidade. Nós estamos vendo hoje a devoção de alguns médicos, como nós tivemos antes de ontem no PAI. Uma médica atendendo e com problemas de saúde, passou mal, e acabou sendo levada para um outro atendimento, mas que trabalhou, com nós tivemos tido essa galhardia dos nosso servidores, profissionais da área médica. Semana que vem nós faremos uma audiência pública para mostrar todas as informações a respeito da situação que nós assumimos na prefeitura. E também encontrar na sociedade alguma forma de nos ajudar. Esperamos o aumento do teto, já fizemos diversas visitas, e estamos trabalhando. Eu vou anunciar uma medida na semana que vem para tentar melhorar ainda mais esta situação”, comentou.
(Londrina, 8 de abril de 2010)
 
Conferência promove debate sobre Código de Posturas
Qui, 08 de Abril de 2010 02:19
Evento tem duração de três dias e visa à aprovação de artigos novos e revisados do maior código do Plano Diretor de Londrina


Após levar para aprovação pública os artigos da minuta da Lei de Patrimônio Histórico e Cultural, em janeiro, que gerou o projeto de lei em discussão na Câmara de Vereadores de Londrina (CML), a Prefeitura de Londrina, por meio do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (Ippul), inicia amanhã (dia 9), a partir das 19h, a II Conferência para aprovação das leis complementares do Plano Diretor Participativo da Cidade. A pauta da segunda edição será o Código Municipal de Posturas. Existente desde 1953, sob o nome de Código Municipal de Londrina (a denominação foi modificada para Posturas apenas em 1990), o código é uma compilação de mais de 400 artigos, que determinam diretrizes para o funcionamento de diversos setores sociais. Regras para comércio, prestação de serviço, indústria e normas de conduta do cidadão comum são estipuladas no Código de Posturas, a fim de preservar a ordem, a higiene, os valores morais e a segurança pública do município. O diretor administrativo-financeiro do Ippul, José Luiz Alves Nunes, afirmou que o objetivo da conferência é debater com a comunidade londrinense adequações necessárias para que o Código de Posturas esteja atualizado e condizente com a atual realidade de Londrina. O diretor lembrou também a importância histórica desse conjunto de leis. “Esse código é o maior de todos os que compõem o Plano Diretor e é o que mais se articula com as outras leis do plano. Também abrange o maior número de setores da sociedade. E apesar de ter se oficializado nos anos 50, ele nasceu e evoluiu junto com a cidade e regula toda a convivência social dos londrinenses”, explicou. Assim, o instituto preparou uma programação de três dias de debate. Na sexta-feira, das 19h às 22h, será discutido e votado o regimento da conferência, que determinará a forma como será conduzido o restante do debate. No sábado (dia 10) e domingo (dia 11), das 8h às 18h haverá a apresentação das propostas de alteração e criação de artigos do código. Dentre as modificações que serão avaliadas, estão questões como o horário de funcionamento do comércio e maneiras apropriadas de tratamento de animais abandonados. O conteúdo dessas minutas será debatido entre os participantes para que haja a votação e aprovação. Com as mudanças, a Prefeitura de Londrina montará um projeto de lei do novo Código de Posturas, que passará pela análise e aprovação da Câmara de Vereadores. A conferência será realizada no prédio da CML, que fica na rua Governador Parigot de Souza, nº. 145. O evento é aberto a toda a população, mas só terá direito a voto no processo de aprovação dos artigos quem se inscrever formalmente. As inscrições podem ser realizadas de forma antecipada pelo endereço eletrônico da prefeitura, www.londrina.pr.gov.br, pelos links “Ippul”, à esquerda, ou “Conferências e Simpósios”, à direita, ou diretamente no instituto, que fica na sede da Prefeitura de Londrina (avenida Duque de Caxias, nº. 635, segundo andar), até amanhã, às 17h30. Os interessados também terão a opção de se inscrever no local do evento, na sexta-feira, das 18h às 19h e no sábado, das 8h às 9h. 3ª Conferência Após o debate sobre o Código de Posturas, o Ippul promoverá nos dias 17 e 18 de abril, também na Câmara de Vereadores de Londrina, a III Conferência para aprovação das leis complementares do Plano Diretor Participativo da Cidade. Na terceira edição, o tema será a aprovação de novas minutas para o Código Ambiental e a Lei do Perímetro Urbano de Londrina. Além do Código de Posturas, da Lei do Patrimônio Histórico e Cultural, do Código Ambiental e da Lei do Perímetro Urbano, o Plano Diretor do município é constituído pelo Código de Obras e pelas leis de Uso e Ocupação do Solo, de Parcelamento do Solo e de Sistema Viário.
(Londrina, 8 de abril de 2010)  
 


Página 1116 de 1451

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2468 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner