Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Portal da Prefeitura do Município de Londrina - Núcleo de Comunicação
Movimento pela Paz comemora 10 anos
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 08:07
Acompanhando a celebração do aniversário, Compaz é referenciado em cartilha como exemplo nacional 


Será realizada na próxima quarta-feira (dia 24) a 1ª Pré-Conferência de Cultura de Paz em Londrina. O evento celebrará duas conquistas para a cidade: os 10 anos do Movimento pela Paz e Não-Violência e a inclusão do Conselho Municipal de Cultura de Paz de Londrina (Compaz) na cartilha “Cultura de Paz: Redes de Convivência”, da professora Lia Diskin. A solenidade será das 8h30 às 11h30, na Casa da Amizade, no Rotary Club de Londrina (Av. Harry Prochet, 1025). As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site http://www.londrinapazeando.org.br/ enquanto houver vagas. A cartilha, lançada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), apresenta princípios de não-violência destacados pela UNESCO e pela ONU, além de expor novas tecnologias de convivência ilustradas com exemplos reais e experiências de todo o mundo. Entre estes casos de sucesso está o Compaz. “O fato de ter entrado nesta cartilha nos torna referência no Brasil todo, já que fomos escolhidos entre os mais de 500 municípios do país”, orgulha-se o coordenador da ONG Londrina Pazeando, Luis Galhardi. A Organização atua juntamente com o Conselho Municipal de Cultura de Paz na promoção de reuniões, eventos e mobilizações pela paz em Londrina. O download da cartilha pode ser feito através do endereço www.foma.am/jobs/senac/Cartilha_CulturaDePaz.pdf. De acordo com Galhardi, no evento será aplicado um questionário para o público avaliar as ações do Compaz, e também para que sejam analisadas as sugestões e opiniões relativas à política exercida pelo Conselho. Conforme o coordenador, foram convidadas diversas autoridades, líderes de ONG’s, professores e algumas escolas da cidade, além dos alunos da Guarda Municipal, através da imprensa. Ele ratificou a importância da participação destes alunos, visto que em março começará um treinamento intensivo destas pessoas, para que lidem da melhor maneira possível com os conflitos urbanos. O convite se estende a toda comunidade, porque a Pré-Conferência dará um panorama da Conferência, dia 26 de maio, que renovará o Conselho por dois anos.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 
Igapó II recebe clínica de Beach Soccer Júnior Negão
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 07:18
Cerca de 40 crianças entre 7 e 16 anos já foram atendidas pelo projeto desde a sua implantação na cidade, em outubro do ano passado


Júnior Negão, capitão da seleção brasileira de beach soccer por mais de 10 anos, único atleta nove vezes campeão mundial da categoria e tricampeão da Copa do Mundo de Beach Soccer da International Federation of Association Football (Fifa) 2006, 2007 e 2008, realiza, nos dias 23 e 24 de fevereiro, no Aterro do lago Igapó II, a primeira clínica da Escola de Beach Soccer/CBS Júnior Negão de 2010. O projeto, fruto de uma parceria entre o jogador, a Prefeitura de Londrina, a Federação de Beach Soccer do Paraná (Febespa) e a Fundação de Esportes (FEL), foi implantado na cidade em outubro de 2009. Desde então, 40 crianças entre 7 e 16 anos têm recebido aulas gratuitas e práticas sobre o esporte, que não é muito reconhecido em Londrina. O horário para o público participar nos dois dias será das 8h30 às 10h30, na parte da manhã, e das 16h às 18h no período da tarde. “Contaremos também com a presença dos atuais jogadores da seleção brasileira de beach soccer, como o Guru, Benjamin e Neném”, comentou o coordenador do projeto, Carlos Alberto de Pizzol. Segundo ele, o trabalho também atende cerca de 20 alunos do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) de Londrina. “Há acompanhamento especial para essas crianças, que na maioria são hiperativas. A realização desse trabalho é muito importante porque estimulamos essas crianças dentro do esporte, o que consequentemente  gera um bom desenvolvimento social”, explicou o coordenador. Os interessados em praticar beach soccer na escolinha devem comparecer ao lago Igapó II, munidos do comprovante de bom desempenho escolar. As aulas acontecem as terças e quintas, das 8h30 às 10h30, e segunda, quarta e sexta-feira das 16h00 às 18h00. “Esperamos um bom público para o evento. Nosso objetivo não é só oferecer a parte técnica, mas possibilitar com que o participante seja incluído socialmente”, ressaltou Pizzol. A escolinha do Centro de Beach Soccer Junior Negão de Londrina é a quinta a ser inaugurada no país. As outras quatro sedes ficam na Bahia, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro. A escolinha tem apoio da Prefeitura de Londrina, por meio da FEL, através da disponibilização do espaço e de estagiários do Programa Futuro, para auxiliar nos treinamentos. Mais informações sobre a inauguração, metodologia e horário dos treinos e inscrição podem ser obtidas pelos telefones 8822-8106 e 3339-1357.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 
Prefeito inaugura Espaço Ecológico Kaneko Ikeda
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 02:26
Barbosa Neto inaugura amanhã (dia 20), junto com o vice - presidente da BSGI, Issamu Onozato, a praça que leva o nome da esposa do pacifista Daisaku Ikeda


O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, inaugura amanhã (dia 20) às 10h30, o Espaço Ecológico Kaneko Ikeda, na rua Eunilson Bezerra da Silva, esquina com Takabumi Murata, no residencial Madri, região sul da cidade. O local foi cedido pela prefeitura para a ONG Brasil Soka Gakkai International (BSGI), unidade Londrina, que ficou responsável pela construção da praça, onde foram plantadas árvores de Ipê e diversas espécies de flores. Também, foi construída pista para caminhada, além de um monumento em homenagem ao movimento. “É uma praça de visitação”, definiu o vice-presidente da BSGI, Isamu Onozato. Além dele e do prefeito Barbosa, estará presente na solenidade, a responsável feminina da BSGI, Sueli Ogawa. Conforme o vice-presidente da BSGI, Isamu Onozato, a ONG tem como objetivo ações pacifistas em favor do estreitamento das relações de amizade entre os povos, da promoção de atividades pela paz, cultura e educação e, assim, criar valores que ajudam na construção e formação humanística em nossa sociedade. A ONG, que está presente em 193 países e realiza suas atividades baseadas nos ensinamentos budistas, abrange aproximadamente 12 milhões de associados. Kaneko Ikeda é esposa do presidente da Soka Gakkai International (SGI), Daisaku Ikeda, e junto com ele percorreu mais de 50 países e territórios, promovendo diálogos e intercâmbio sobre a paz mundial, com acadêmicos, cientistas, intelectuais e líderes governamentais. Kaneko é reconhecida no mundo como uma incansável lutadora pelos direitos humanos.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 
Economia Solidária expõe trabalhos no centro de Londrina
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 07:49
Ao todo, 12 obras de pintura em tela poderão ser comercializada; um dos objetivos é valorizar os profissionais artísticos em geral


O Projeto “Tramas - Trabalho e Arte”, composto por cinco artistas plásticos e 11 trabalhadoras do Programa Municipal de Economia Solidária, expõe, a partir de hoje (17) até o dia 26 de fevereiro, das 11h às 16h, no primeiro andar da Caixa Econômica Federal do centro da cidade (esquina da avenida Rio de Janeiro com alameda Manoel Ribas), 12 obras em pintura sobre tela, além de diferentes produtos confeccionados pelos núcleos de produção da “Economia Solidária”, como camisetas, cartões feitos de papel reciclado, entre outros. A medida é uma iniciativa das secretarias de Cultura e de Assistência Social, em parceria com o Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar), Museu de Artes de Londrina e Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Solidários – INTES – UEL para comemorar os 75 anos de Londrina. Segundo a coordenadora do programa, Sandra Nishimura, todos os produtos que serão expostos poderão ser comercializados. O objetivo da exposição é divulgar os produtos oferecidos pelo programa Economia Solidária e também expor as obras em diferentes lugares, criando assim a valorização dos profissionais das artes em geral. O Programa Municipal de Economia Solidária consiste no trabalho intersetorial da Prefeitura de Londrina, coordenado pela Secretaria Municipal de Assistência, com apoio do Provopar Londrina. O objetivo é apoiar as iniciativas coletivas de trabalho e renda que se organizam com base nos princípios da economia solidária: cooperação, autogestão e solidariedade. Os  interessados em conhecer mais sobre os projetos podem visitar o Centro de Economia Solidária, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h na avenida Juscelino Kubitscheck (JK), n° 1.278, ou entrar em contato pelo telefone 3378-0577.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 
Intolerância religiosa é tema de seminário em Londrina
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 06:33
Evento será realizado pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial; liberdade e respeito às religiões africanas serão alguns dos pontos debatidos


O Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial com apoio da  Prefeitura de Londrina, promove, nos dias 16 e 17 de abril, o 1° Seminário Municipal de Combate à Intolerância Religiosa, evento que contará com a participação de líderes das religiões de matriz africana, como o candomblé e umbanda.  Estes também são representantes da Comissão Organizadora do Seminário, que será realizado no Centro de Educação Infantil Valéria Veronezzi (Supercreche) – rua Benjamin Constant, n° 800. No dia 16, está prevista a participação de representantes do cristianismo, espiritismo e budismo, dentre outros segmentos religiosos. O grupo vai discutir o tema do seminário sob uma ótica ecumênica. Já no dia 17, haverá um breve histórico sobre as doutrinas africanas, bem como a explicação do seus funcionamentos. Além disso, no seminário, os participantes poderão saber sobre o que prevê a Constituição Brasileira sobre o estado laico. “Nossa proposta principal é discutir a liberdade e o respeito às religiões de origem africana. Essa iniciativa valoriza e da visibilidade às religiões de matriz-africana “, comentou a gestora pública de Promoção de Políticas da Igualdade Racial e coordenadora das Políticas de Promoção da Igualdade Racial na região sul do Brasil, Maria de Fátima Beraldo. Segundo a gestora, há no imaginário popular um estereótipo sobre os vivenciadores e simpatizantes dessas doutrinas africanas. “Muitos destes não obtêm informações mais precisas sobre a cultura e a prática das religiões de matriz africana, culminando em uma interpretação errada. O seminário visa discutir essa questão de intolerância, já que é uma oportunidade para toda a comunidade participar e inteirar-se mais do assunto”, concluiu Maria de Fátima. Dentro do Seminário, será lançada a etapa regional do Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 
Vagas de emprego em janeiro batem recorde em Londrina
Sex, 19 de Fevereiro de 2010 02:14
Com 1.399 novas oportunidades  disponibilizadas, janeiro tem o melhor resultado desde 2000, quando o CAGED começou a pesquisar o mercado de trabalho


O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), órgão do Ministério do Trabalho, divulgou no último dia 18, o levantamento oficial da geração de empregos com carteira assinada no mês de janeiro para todo o Brasil. A cidade de Londrina pode comemorar: foi a segunda no Paraná que mais gerou novos empregos, atrás apenas da capital. Os índices apontam para uma boa recuperação da economia. Só neste mês de janeiro, 7.203 novas vagas foram criadas. Como 5.804 foram desfeitas, o saldo positivo ficou em 1.399 novos empregos. É um índice 108,18% maior do que em janeiro de 2009, quando o saldo de empregos (número de novas vagas menos o número de demissões), ficou em 672 na cidade. O saldo de empregos do mês de janeiro é o melhor no primeiro mês do ano desde 2000, quando o CAGED começou a pesquisar o mercado de trabalho. É também o terceiro melhor desempenho mensal desde maio de 1999 – perdendo apenas para agosto de 2003 (com 2.490 vagas) e agosto de 2005 (1.524). Os setores que mais ofereceram novas vagas em janeiro deste ano foram o de serviços e a construção civil (com saldos de 594 e 572 vagas, respectivamente). De acordo com a coordenadora da agência do trabalhador de Londrina, do Sistema Nacional do Emprego (SINE), Neiva de Cássia Vieira Sefrin, estes são setores que devem continuar crescendo. “A vocação de Londrina é para serviços e comércios. Mas a construção civil está em plena expansão. A agropecuária é um setor que, em 2009, apresentou índices negativos, então a tendência agora é que haja um crescimento. Além disso, a indústria de transformação foi uma grata surpresa”, comentou. De acordo com a coordenadora, o bom cenário atual se deve à política de desenvolvimento econômico adotada pela administração municipal. “Esta gestão está tratando as ações de forma conseqüente e integrada. Ela tem dado um novo movimento para a cidade, aumentando a sua auto-estima”, declarou. "Podemos notar um resgate da credibilidade de Londrina no cenário empresarial. Há um bom investimento em serviços, e as empresas se sentem atraídas. Consequentemente, as empresas que já estão aqui querem se expandir”, explicou. De acordo com a Junta Comercial do Paraná, Londrina foi a segunda cidade do Estado a abrir o maior número de empresas em 2009. Mudanças no Sine O bom momento vivido pela economia local está impulsionando mudanças na Agência do Trabalhador. Tendo em vista a excelente expectativa para o ano de 2010, no final do ano passado o Sine de Londrina promoveu readequações internas, qualificação de funcionários e mudanças de rotinas, definindo prioridades e o foco principal que é o aumento de emprego, trabalho e renda para a população local. De acordo com Neiva Sefrin, esse foi um dos fatores que contribuiu para que os índices de janeiro, que são historicamente fracos, fossem relevantes neste começo de ano. Se as expectativas se concretizarem, o cenário tende a melhorar ainda mais. Foram feitos acordos com o Ministério do Trabalho que garantem mais investimentos em qualificação sócio-profissional. O próprio ministério está desenvolvendo e aperfeiçoando um programa para disponibilização dos serviços do Sine pela Internet. Trata-se do “sigaeweb”, que já está sendo implantado na Paraíba. Segundo Neiva Sefrin, a previsão é de que o serviço comece a funcionar em Londrina a partir de maio. “Mas nós já estamos preparados para começar a usá-lo, desde já. Toda a infra-estrutura está pronta, estamos adquirindo computadores novos e melhores para que eles possam rodar o programa. Se o Ministério do Trabalho resolvesse liberá-lo hoje para Londrina, nós poderíamos recebê-lo”, comentou. Além de trabalhar com a plataforma digital, o Sine ainda prevê para março a mudança de sua sede, para instalações que levaram em consideração o conforto e a acessibilidade dos usuários, além de oferecer mais espaço para implantação de novos programas. Todas estas mudanças não tem outro foco que não o bem-estar do trabalhador. A coordenadora do Sine avalia de forma bastante positiva o momento econômico vivido pela cidade, especialmente sob a ótica dos trabalhadores. “Quando você é re-inserido no mercado de trabalho, adquire direitos trabalhistas, autonomia, acesso ao consumo”, afirmou. “Isso tudo é uma forma de promover a dignidade humana. Além de ajudar a impulsionar a economia local, o trabalhador exerce seus direitos de cidadão, especialmente no que diz respeito à sua autonomia”, completou.
(Londrina, 19 de fevereiro de 2010)
 


Página 1116 de 1410

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2103 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner