Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Parques

Share

Parque Municipal Arthur Thomas O Parque recebeu o nome de Arthur Thomas em homenagem ao desbravador e fundador de Londrina. Arthur Hugh Miller Thomas  escocês, nascido em 13 de dezembro de 1889 em Edimburgo.

A Unidade de Conservação Municipal  Parque Arthur Thomas, está localizada no estado do Paraná, na região sul do município de Londrina, bairro Jardim Piza . O acesso por via terrestre se dá pela Avenida Dez de Dezembro, até a Rua da Natureza, no 155.

Desde a fundação da CTNP em 1925, o Sr. Arthur Hugh Miller Thomas ocupou o cargo de diretor gerente, sendo o grande idealizador e executor do plano de loteamento da Companhia. Em maio de 1994 o IAP  incluiu o Parque Arthur Thomas como unidade de conservação, classificado na categoria Parque Municipal.

Atualmente o Parque está sob a administração da Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA), a qual se encontra instalada dentro do Parque, assim, como a Secretaria Municipal de Agricultura  e Abastecimento.

pmat2

 

 

Centro de Educação Ambiental

 

 Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda

A Unidade de Conservação  Parque Ecológico Dr. Daisaku Ikeda foi criada em novembro de 1999 e inaugurada em setembro de 2000. O nome do Parque homenageia Dr. Daisaku Ikeda, líder budista, filósofo, poeta e educador, presidente da ONG Soka Gakkai Internacional, filiada à ONU.

O Parque está localizado à aproximadamente 12 Km do centro de Londrina, na Rodovia João Alves da Rocha, estrada para o distrito de Maravilha, às margens do Ribeirão Três Bocas. Sua área total abrange 51, 28 alqueires e preserva como ponto turístico a antiga Usina Três Bocas.

A cobertura vegetal é composta principalmente por matas nativas. Quanto à fauna, foram identificadas 96 espécies de aves na área do parque, dentre elas socós, garças, patos, galinhas d'água, maçaricos, martins-pescador, bem-te-vis, sabiás, papagaios, pica-paus, entre outras. Entre os mamíferos, 12 espécies foram encontradas, sendo os principais representantes as capivaras, cutias, ratos-do-mato, gambás-de-orelha-branca, tatus-galinha, cachorros-do-mato. Estima-se ainda que ocorra no local 32 espécies de répteis, sendo 3 espécies de cágados, 23 de serpentes, 5 de lagartos e uma anfisbena. Para peixes e anfíbios são necessários mais estudos, mas pela proximidade dos locais, pode-se afirmar que há similaridade entre as espécies encontradas no Rio Tibagi e parque Estadual Mata dos Godoy e as encontradas no Parque Dr. Daisaku Ikeda.

 

pmdi2


barragem_ikeda2

 

Mata dos Godoy

A Mata dos Godoy está localizada na Fazenda Santa Helena – Distrito de Espírito Santo, a 15 Km do centro de Londrina. Possui 675,70 ha de floresta subtropical, estando inserida no bioma Mata Atlântica, na qual se encontram aproximadamente 200 espécies de árvores.

Considerada um das principais áreas de preservação ambiental do Estado e uma das mais ricas reservas genéticas do Sul do País, abriga espécies raras como peroba, angico, cedro, figueira, pau-marfim, além de 180 espécies de aves silvestres, entre outros importantes representantes de nossa fauna.

O Parque Estadual Mata dos Godoy é uma das últimas reservas naturais de mata nativa do norte do Paraná, sendo assim uma Unidade de Conservação Integral.  Conforme o projeto do plano de manejo do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Universidade Estadual de Londrina, vem sendo aberta ao público 10% da área para visitação com portais, trilhas interpretativas, opções de lazer contemplativo e programas de educação ambiental. Os outros 90% são destinados à pesquisa ambiental. Atualmente as visitas são mediante autorização do IAP.


Informações: Instituto Ambiental do Paraná (IAP) - (43) 3373-8700

 

mata_godoy_logo

 

choupana_godoy

 

Fazenda Figueira (Mata do Barão)

A Fazenda Figueira (Mata do Barão), de propriedade da FEALQ (Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz), contém grandes remanescentes de fragmentos florestais nativos, protegidos na forma de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), sendo a Mata do Barão uma RPPN. Está localizada no distrito de Paiquerê, em Londrina.

A propriedade é considerada de alta importância regional no aspecto ecológico, pois protege 1.165,85 hectares de florestas nativas que abrigam uma enorme diversidade de espécies vegetais e também da fauna, promovendo também a restauração de áreas historicamente degradas de forma inadequada.

 

faz_figueira_logo

 

sede_figueira


Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 1185 visitantes