Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Monumento ao Passageiro começa a ser removido

Share

Ação integra os trabalhos para construção de viaduto sobre a Avenida Dez de Dezembro; previsão é concluir a retirada nesta segunda (11)

 

Como parte dos trabalhos para instalação de viaduto sobre a Avenida Dez de Dezembro, nesta segunda-feira (11), teve início a remoção do Monumento ao Passageiro. A estrutura, que possui 15 metros de altura, será realocada da rotatória entre as avenidas Dez de Dezembro, Leste-Oeste e Theodoro Victorelli, para as margens da Rua Norman Prochet. O monumento ficará armazenado em local próximo, até que seja reinstalado.

O engenheiro da Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação, Fernando Tunouti, é o fiscal responsável pelas obras de execução do viaduto. Ele detalhou que a remoção é feita separando cada estrutura que compõe o monumento. “Essa etapa da obra começou hoje, segunda-feira (11), retirando primeiramente os acessórios e estruturas, para finalizar com a retirada da base. A nossa previsão é concluir ainda hoje essa fase, que é muito delicada”, afirmou.

Tunouti acrescentou que, além da retirada do Monumento ao Passageiro, os demais serviços da obra continuam sendo realizados. “O foco, no momento, é a remoção do monumento, mas também há equipes atuando na fundação, fazendo as estacas e concretagem ao mesmo tempo, além da execução das galerias pluvial em todo o entorno”, comentou.

A diretora de Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Solange Batigliana, também acompanha a remoção do monumento, que foi inaugurado em 1987. “Trata-se de uma obra pública, adquirida à época pela Viação Garcia e instalada nessa rotatória do Terminal Rodoviário. Com a construção do viaduto sobre a rotatória, o monumento será reinstalado no local originalmente previsto pelo artista que o criou, Henrique Aragão”, ressaltou.

De acordo com Solange, desde a execução dos projetos do viaduto, desenvolvidos pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), há um acompanhamento pela Secretaria Municipal de Cultura, dada a relevância da obra para o município. “Estamos colaborando para que sofra o menor dano possível, afinal este monumento é muito importante para o patrimônio da cidade. Nesse processo, fizemos contato com as demais partes envolvidas, como a Fundação Aragão e o arquiteto Pedro Boti, que fez a base do monumento. E por ser uma escultura, sua remoção envolve muito mais cuidado”, citou.

Segundo a diretora de Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural, a remoção envolve as estruturas que compõem o monumento, como as figuras feminina e masculina, e a esfera. “A base do monumento, formada por colunas em concreto, será reconstruída no novo local, pela mesma empresa que está executando as obras do viaduto, tendo como base o projeto original”, adiantou.

 

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3424 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner

Servidor Municipal


Redes Sociais

Logo do Facebook  Logo do Flickr  Logo do Youtube  Logo do Twitter  icon instagran

 

 

ouvidoria rodape lon

 acesso a informacao rodape

icon interacao