Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Feirão da Resistência terá nova edição neste sábado

Share

Programação inclui apresentações circenses, teatrais e oficinas culturais, feira de produtos saudáveis e roda de capoeira; a entrada é franca

Neste sábado (9), das 9 às 17 horas, será realizada a terceira edição do evento cultural “Feirão da Resistência e da Reforma Agrária”, que une agroecologia e artes populares, no Canto do Movimento dos Artistas de Rua de Londrina (MARL), na Avenida Duque de Caxias, 3.241. O encontro terá programação especial, que inclui apresentações circenses, teatrais e oficinas culturais. A ação tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).  

Durante todo o dia, haverá feira com produtos de qualidade, saudáveis, sem veneno e com preço justo, estimulando a economia criativa da cidade. Estarão disponíveis compotas, cachaça orgânica, legumes, verduras, frutas da época, sementes e mudas de plantas diversas.

A programação especial inicia às 9 horas, com um café compartilhado e coletivo do Feirão. Em seguida, às 10 horas, haverá oficina de iniciação a técnica circense, com Nathália Gomes Maluf. Às 11 horas, a programação traz a “Oficina da fuzarca da Marcha Mundial das Mulheres (MMM)”, que irá trabalhar com percussão e cantos de luta. Além de introduzir às mulheres a um projeto de percussão de lata, a ideia é fomentar cânticos sobre o debate feminista. As inscrições podem ser feitas inbox pela página do Facebook do MARL www.facebook.com/movimentodosartistasderua.londrina . As vagas são limitadas.

Às 12 horas, começa uma roda de Capoeira Angola, coordenada pelo Centro Esportivo de Capoeira Angola de Londrina (CECA). No período da tarde, às 14h30, um trio de palhaços (Família do Circo), apresentará o espetáculo circense “Circoisas”. Na sequência, às 15h30, o Grupo CEPA de Teatro traz o espetáculo teatral “Descaminhos”, criação cênica baseada em memórias pessoais, associadas às obras de Guimarães Rosa, João Cabral de Melo Neto e Mia Couto.

Sobre o projeto – O Feirão da Resistência e da Reforma Agrária tem como foco a articulação entre as culturas camponesa e urbana, promovendo um evento mensal de cultura integrada e popular que se caracteriza como uma Feira Livre, com entrada gratuita, contendo a venda de produtos da agroecologia, apresentações e oficinas artístico-culturais variadas.

A proposta surgiu de um coletivo que se forma a partir da relação entre integrantes do MARL, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Norte do Paraná, e do Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná (SindJor), além de artesãos, feirantes, artistas de outros grupos culturais e coletivos da cidade.

 

Foto: Divulgação

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2270 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner