Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Guarda Municipal passa a operar com comunicação digital e GPS integrado

Share

Guarda.radio.foto bruno amaral.P

O destaque do novo sistema é a agilidade e a clareza na transmissão das informações

A Guarda Municipal de Londrina modernizou o sistema de comunicação e está utilizando sistema de rádio comunicador digital com GPS integrado. A aquisição é resultado de um convênio firmado pela Secretaria Municipal de Defesa Social com o Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Cidadania (CISMEL), em 2010.

guarda.radio. foto bruno amaral.2A instalação dos equipamentos ocorreu em duas fases, sendo a primeira em dezembro de 2017, quando foram instalados sete rádios digitais fixo nas viaturas e entregues 10 rádios móveis portáteis. A segunda etapa foi de abril a maio de 2018, quando foram instalados mais oito rádios fixos nas viaturas e entregue mais 50 aparelhos móveis. Atualmente, todas as equipes da GM operam com rádio comunicador digital, o que garante a comunicação de todo o trabalho operacional da instituição de forma clara e ágil.

O equipamento funciona por meio de uma antena instalada na região central, em um prédio localizado estrategicamente para auxiliar na ampliação do sinal. Durante o período de teste, foram identificados apenas 11 pontos de sombra, em locais distantes e de baixa altitude. A Secretaria Municipal de Defesa Social está viabilizando recursos para a instalação de mais antenas, o que irá solucionar eventuais falhas.

De acordo com o secretário municipal de Defesa Social, Evaristo Kuceki, o rádio digital contribui efetivamente no atendimento à população. “A agilidade do atendimento é mais visível. Nossa média de tempo para atendimento de um chamado que chega à Central 153 é de 7 a 10 minutos. Com os rádios digitais, a comunicação do GCOM, que é a central de emergência, com as patrulhas é muito mais rápida e eficiente. O GPS do aparelho ajuda na identificação da viatura mais próxima do chamado”, explicou.

guarda.radio.foto bruno amaral.3Confiança
Os novos equipamentos possuem a tecnologia “tetra”, capaz de criptografar e impedir a invasão do sistema. Também garante uma qualidade de voz constante, ao contrário dos sistemas analógicos em que a comunicação varia de acordo com a intensidade do sinal. Os aparelhos são capazes de enviar mensagem de texto e realizar chamadas de um rádio para o outro, como se fosse um celular.

GPS integrado
Os novos rádios integram 100% com o telefone de emergência 153 da GM e o número 199 da Defesa Civil. Essa tecnologia vai facilitar o trabalho dos operadores da Central no despacho da viatura para as ocorrências, pois a localização é exata e em tempo real, garantindo mais agilidade no serviço para melhor atender a população londrinense.

Economia para o município
A central de comunicação e monitoramento (GCOM) da Guarda Municipal recebia os chamados através do telefone de emergência 153 (Guarda Municipal) e 199 (Defesa Civil), e para entrar em contato com a equipe da região da ocorrência, realizava ligação para o celular particular dos GMs. O processo era demorado e gerava despesa para o Município, o que já não ocorre com o novo sistema.

Como era antes
Os agentes da Guarda Municipal de Londrina se comunicavam com a central, na maioria das vezes, pelo celular particular. E no período noturno, através de um canal analógico disponibilizado pela Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). Outra vantagem das novas ferramentas é que todas as viaturas passaram a receber a mesma informação ao mesmo tempo, o que é importante para um eventual caso de pedido de apoio.

Sistema integrado
O sistema possui integração e capacidade de se comunicar com as guardas municipais das cidades de Arapongas e Apucarana, que também foram contempladas para adquirir os rádios digitais através do consórcio CISMEL.

 

Foto: Bruno Amaral/Defesa Social

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2800 visitantes