Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Tempos de anjos silenciosos e silenciados

Share

Curitiba Cia de Dança apresenta coreografia sobre a precariedade das relações humanas, o desamparo e a solidão no contexto tecnológico

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 1Um dos principais temas do 16° Festival de Dança de Londrina é a manipulação de informações no universo virtual e suas consequências nefastas no plano individual e coletivo. A atração da noite desta sexta-feira (12) mergulha no centro desta questão. “Quando se calam os anjos”, da Curitiba Cia de Dança, transporta para o palco questões cênicas e dramatúrgicas que realçam um universo pós-moderno no qual o humano chega à falência, no qual os encontros são marcados pelo descaso e desprezo para com o outro. A apresentação única ocorre às 20 horas no Teatro Ouro Verde, com ingressos a R$10 e 5 (meia-entrada), disponíveis nos três pontos de venda do Festival: Funcart, Loja Shop Ballet (em horário comercial) e na bilheteria do Teatro Ouro Verde (a partir das 16 horas). A classificação indicativa é de 16 anos.

Obra da Curitiba Cia de Dança com coreografia de Airton Rodrigues, “Quando se calam os Anjos” tem cenas criadas e recriadas num jogo de luz, sons e movimentos, e a dramaturgia se constrói tendo como ingredientes a inquietude, a ironia, a sensualidade e a fisicalidade dos corpos poéticos desta jovem companhia, fundada em 2013. Nicole Vanoni, diretora artística do grupo e também bailarina do espetáculo, comenta que a obra partiu da indignação com a indiferença frente à violência impregnada na sociedade e o sentimento de impotência que, de certa forma, nos exime da responsabilidade por este estado de coisas. O espetáculo traduz essa angústia, essa incapacidade de lidar e resolver questões nada sutis da vida moderna.

Além do movimento bastante autoral desenhado na coreografia de Airton Rodrigues, destaca-se na montagem a construção visual, com o uso de telas de smartphones e espectros holográficos em contraste com o figurino em tons terrosos e nudes, que imitam a pele.

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 2A companhia - A Curitiba Cia de Dança foi criada em 2013 por Nicole Vanoni e um grupo de artistas de origem e experiências diferenciadas, que se aglutinam ao redor da ideia de experimentação, pesquisa e criação em dança contemporânea, e na diversidade de experiências com coreógrafos diferentes. A primeira obra coreográfica da Cia, “A Lenda das Cataratas”, com concepção de Rafael Zago, surgiu em 2014 e participou de festivais no Brasil e no exterior. Estreando no segundo semestre de 2017, “Memória de Brinquedo”, uma vitoriosa parceria entre a companhia e o renomado coreógrafo brasileiro Luiz Fernando Bongiovanni, veio mais uma vez retratar as preocupações e provocar o espectador em relação ao mundo moderno e tecnológico. No segundo semestre de 2018, o grupo estreou o espetáculo “Cirandas”, baseado nas cirandas de Villa-Lobos, em uma turné pelo oeste do Estado do Paraná.

Serviço:
Quando se calam os anjos
Curitiba Cia de Dança
(Curitiba-PR)
Dia: 12 de outubro (sexta-feira)
Horário: 20 horas
Local: Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85)
Duração: 40 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos: R$10 e R$5 (meia-entrada)

Quando Se Calam os Anjos - Willian Abin 3Pontos de venda:
Secretaria da Funcart
Rua Senador Souza Naves, 2380
Fone: (43) 3342-2362
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 13 às 19 horas

Loja Shop Ballet
Rua Pio XII, 64 - loja 3
Fone: (43) 3323-4717
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, e aos sábados, das 9 horas ao meio-dia

Teatro Ouro Verde (bilheteria)
Rua Maranhão, 85
Fone: (43) 3322-6381
Horário de funcionamento: das 16 horas até o início do espetáculo

Ficha Técnica:
Direção Geral e Concepção: Nicole Vanoni
Coreografias: Airton Rodrigues
Assistente de Direção e Coordenação de Palco: Claudio Fontan
Ensaiadora: Eunice Oliveira e Claudio Fontan
Elenco/Curitiba Cia de Dança:  Ane Adade, Danilo Silvestre, Davi Lopes, Hamilton Félix, Jaruam Miguez, Leonardo Silveira, Marcela Pinho, Nayara Santos, Nicole Vanoni, Patrich Lorenzetti, Rubens Vital, Tatiana Araújo.
Estagiário: Mario Gilberto
Trilha Sonora: Raul Arcangelo
Figurino: Paulinho Maia
Projeto de Luz: Osvaldo Gazotti
Operação de Luz: Fabia Regina
Professora de Ballet: Viviane Cecconello
Fotos e Vídeos: Willian Abbin
Produção: Bia Reiner
Realização: Curitiba Cia de Dança e AADC – Amigos e Apoiadores da Dança de Curitiba

Informações gerais sobre o Festival de Dança de Londrina 2018:
Mostra local: 6 de outubro de 2018
Mostra oficial: 8 a 14 de outubro de 2018
Programação no site:
www.festivaldedancadelondrina.art.br
Informações: (43) 3342-2362

O Festival de Dança de Londrina tem patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina, por meio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura). O evento é uma realização da APD (Associação dos Profissionais de Dança de Londrina e Região Norte do Paraná), com apoio institucional da Funcart e da Casa de Cultura da Universidade Estadual de Londrina. Apoios: Pro-Helvetia (Fundação Suíça para a Cultura, apoio outorgado dentro do programa COINCIDÊNCIA – Intercâmbios culturais Suíça e América do Sul);  Loja Shop Ballet; Rádio UEL FM e Portal Duo.

Fotos: Willian Abin

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 1944 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner

Servidor Municipal


Redes Sociais

Logo do Facebook  Logo do Flickr  Logo do Youtube  Logo do Twitter  icon instagran

 

 

ouvidoria rodape lon

 acesso a informacao rodape

icon interacao