Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Município realiza VII Seminário de Extensão, Pesquisa e Inovação

Share

Diretoria de Turismo da Codel apoia o seminário que trará quase 20 ônibus com estudantes dos diversos campi do IFPR do Paraná

Na próxima terça-feira (16), terá início o VII Seminário de Extensão, Pesquisa e Inovação (Sepin), na sede Instituto Federal do Paraná (IFPR), que fica na Rua João XXIII, 600, no Jardim Dom Bosco. O evento acontecerá até o dia 19 de outubro e prevê várias atividades externas, inclusive com visitas ao Parque Municipal Arthur Thomas, Museu Histórico e Museu de Arte de Londrina. A Diretoria de Turismo do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel) apoia o seminário.

O público-alvo do encontro são os acadêmicos das 25 localidades nas quais o IFPR tem um campus e o público externo, o que soma aproximadamente mil pessoas por dia. Isso porque, mais de 800 alunos estudam apenas no campus do IFPR de Londrina e devem marcar presença no encontro.

O objetivo do seminário é promover o encontro com os estudantes universitários para possibilitar a troca de experiências e conhecimentos técnicos acerca das pesquisas que vêm sendo desenvolvidas. Além da apresentação de trabalhos e da realização de palestras, os alunos de outras cidades paranaenses poderão conhecer pontos importantes de Londrina, como o Museu Histórico, Museu de Arte de Londrina e o Parque Arthur Thomas. Eles farão uma visita técnica em cada um desses espaços públicos na quinta-feira (18), das 13h30 às 17h. Haverá 18 ônibus de diferentes localidades na cidade.

Segundo a diretora de Turismo da Codel, Maitê Morgana Uhlmann, o encontro mostra como é possível englobar a inovação em vários aspectos e áreas diferentes, ajudando os municípios a se desenvolverem, além de movimentar a economia local. “O evento é importante, porque se discute, neste momento, a economia criativa na cidade e este será um seminário que trata de inovação em vários setores e com muita diversidade. Aliado a tudo isso, há o fato de que os participantes farão visitas aos espaços públicos e vamos mostrar o que temos de bom. Isso valoriza nossa cidade e traz benefícios sócio-econômicos”, disse.

Durante o evento, haverá oficina de robótica, comunicação oral, dança como forma de empoderamento, xadrez, defesa pessoal feminina, experimentações cênicas a partir de mitos femininos, fotografia, iniciação a arduino, de capacitação de resíduos sólidos, startups de impacto social, entre outras. Os participantes também poderão marcar presença em sessões temáticas de várias áreas como, por exemplo, sobre “A construção do pensamento racial do Brasil ente as dores e a resistência da mulher negra”, “A representatividade das mulheres técnicas docentes no IFPR”, “Cálculo mais que divertido”, “Cine Arte”, “Educação em Direitos Humanos”, “Mil faces secretas: a representação da mulher por meio de poemas e canções”, “Narrativas quilombolas: o empoderamento da mulher quilombola e a cultura de matriz afro-brasileira”, “O Processo de Inclusão Educacional no IFPR”.

Haverá também apresentação e avaliações de painéis, apresentações culturais e artísticas e premiações. A organização do evento é da Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (PROEPI) e conta com o apoio da Pró-Reitoria de Ensino (PROENS).

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2483 visitantes