Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Vista Bela recebe 2ª etapa do cadastramento de carroceiros

Share

mutirao.credenciamento.carroceiros.D2

Iniciativa ocorre nesta sexta-feira (9), das 9h às 17h, no CMEI do bairro

Nesta sexta-feira (9), das 9h às 17h, a Prefeitura de Londrina realiza mais uma etapa do mutirão que até o final de março pretende cadastrar todos os carroceiros atuantes na cidade. A ação será no Centro Municipal de Educação Infantil Irmã Maria Nívea, localizado na rua Aníbal Balarotti, esquina com a ruas Luiz Moro Neto e Celeste Conto Moro, no Residencial Vista Bela, região norte.

Na oportunidade, fiscais da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), representantes das secretarias de Saúde, Ambiente (Sema), Governo, Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, além de estagiários do curso de Medicina Veterinária da Unopar, farão o registro das carroças, a resenha dos cavalos utilizados na atividade e o levantamento socioeconômico dos trabalhadores.

O objetivo é garantir que a adequação ao Decreto nº 1.544 - que proíbe a criação, circulação e manutenção de animais de grande porte na área urbana de Londrina – se dê de forma voluntária e pacífica, garantindo oportunidades de capacitação e recolocação profissional aos envolvidos.

O agente municipal Roney Moratto, designado pela CMTU para coordenar o registro das carroças, destacou que o mutirão no Vista Bela tem como prioridade o cadastro de pessoas e veículos de tração exclusivamente dedicados à função de carroceiro. No entanto, é interessante que os cidadãos que mantém equinos na zona urbana para atividades de recreação e lazer também se apresentem.

mutirao.credenciamento.carroceiros.DPMoratto explicou que o foco são os que dependem da profissão para sobreviver. “Precisamos saber quem são eles e em que situação estão os animais que eles usam. Mas, também os que não têm o cavalo como ferramenta de trabalho devem participar do evento. Assim, poderemos dialogar e esclarecer quanto ao futuro destes bichos após o final de março – já que depois disso está prevista a apreensão dos que forem encontrados nas ruas e avenidas”, contou.

Procedimento – Para passar pela catalogação, os interessados devem comparecer ao local com o cavalo e a carroça de sua propriedade, além dos documentos pessoais (RG e CPF) e um comprovante de residência.

Cadastramento - Desenvolvida na última sexta-feira (2), no Centro de Artes e Esportes Unificados (Ceu) do jardim Santa Rita I, na região oeste, a primeira fase do cadastramento dos carroceiros teve saldo de 10 trabalhadores registrados.

A movimentação ocorre em função do decreto municipal que prevê a transferência dos equinos, situados na área urbana, para o perímetro rural do município. Quem não cumprir com a determinação até o fim do mês poderá ter o animal apreendido e encaminhado para doação. A exceção, por enquanto, fica para os carroceiros – que terão um tempo maior para se adequar à legislação. O prazo maior, porém, vale somente para os que estiverem devidamente registrados junto ao Município.

Após passar pelas regiões oeste e norte, a previsão é que o mutirão ocorra na zona leste, próximo ao jardim Monte Cristo, e depois na face sul da cidade, no jardim União da Vitória.

 

Fotos: Divulgação

Anterior Próximo Pagina:

Acesso Fácil

Núcleo de Comunicação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 4682 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner