Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Descarte irregular de resíduos gera mais três autuações em Londrina

Share

Durante fiscalização realizada pela CMTU, ontem (19), no jardim Abussafe, dois motoristas e um carroceiro foram multados pela companhia

 

fiscalização.cmtu.foto cmtu.PEm mais uma ação especial de fiscalização contra o descarte irregular de resíduos em Londrina, a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) autuou ontem (19) outros três indivíduos pelo despejo clandestino de detritos.  A operação, desenvolvida em parceria com a Força Verde, ocorreu entre 16 e 20horas na rua Carlos Clementino Moreira, no conjunto Cafezal, região sul, e na Severino Mendes de Almeida, via que margeia o fundo de vale do jardim Abussafe, na zona leste da cidade.

No conjunto Cafezal, não houve registros de descarte durante o tempo em que a equipe de fiscalização permaneceu no local. No entanto, no jardim Abussafe, os fiscais à paisana autuaram em flagrante um carroceiro e dois motoristas. Eles tentavam fazer o despejo de galhos de árvore, madeiras velhas, bagaços de cana-de-açúcar, restos de plantas, tapetes e entulhos. No total, os detritos somavam cerca de 2 m³, o que equivale a cerca de 16 carriolas de pedreiro cheias de sujeira.

Os infratores foram autuados pela CMTU de acordo com o Código de Posturas do Município e poderão pagar multa de até R$ 3 mil. Além disso, os cidadãos foram orientados pela companhia a fazer o descarte correto do material no Ponto de Entrega Voluntária (PEV) do jardim Nova Conquista, localizado também na região leste. Na oportunidade, a Força Verde não considerou o flagrante como crime ambiental e, portanto, achou desnecessária a apreensão da carroça e dos veículos – um Corcel e uma Belina.

A coordenadora de fiscalização da CMTU, Josiane Correia, contou que os moradores próximos à área onde foram realizados os flagrantes têm sofrido bastante com o despejo ilegal de resíduos no local. “Além do acúmulo de sujeira, a vizinhança é obrigada a conviver com as constantes queimadas. Os infratores vêm, despejam os detritos e ateiam fogo em colchões, madeiras e outros materiais combustíveis jogados no espaço. Depois disso eles viram as costas e vão embora, deixando aquele enorme problema à população do entorno.”

fiscalização.cmtu.foto cmtu.2A coordenadora informou que outras ações desenvolvidas na mesma região já resultaram em autuações em 2017. “No final de março nós multamos um cidadão nessa mesma rua e, apesar das rondas periódicas dos fiscais, o espaço continua sendo alvo dos poluidores. As pessoas precisam entender que são responsáveis pelos resíduos que produzem. Ou seja, precisam saber que o descarte irresponsável desses materiais, além de prejudicar o meio ambiente e a vida de muitas pessoas, implica em consequências legais muito sérias”, reforçou.

Limpeza -  Só em 2016, a CMTU retirou do jardim Abussafe 127 caminhões de lixo e entulho. Foram quase 6.100 carriolas lotadas de detrito irregular. Além de ações pontuais em parceria com outros órgãos, como a que ocorreu ontem, a companhia tem feito fiscalizações constantes no local. A população que reside no entorno pode contribuir com a conservação da área denunciando os infratores. O telefone 3379-7900, do Serviço de Atendimento à Comunidade (SAC) da CMTU, está disponível para a realização de denúncias de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 

Fotos: Divulgação - CMTU

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2447 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner