Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Londrina realiza VII Conferência dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Share

Primeiro dia debateu os desafios com relação à saúde da pessoa com deficiência de Londrina, a acessibilidade, entre outros temas

 

Teve início na última quinta-feira (28), a VII Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Londrina, com o tema “O desafio na implementação das Políticas da Pessoa com Deficiência: a transversalidade como radicalidade dos direitos humanos”. A conferência prossegue nesta sexta-feira (29), até as 18 horas, na Câmara Municipal de Londrina.

A expectativa é que o evento reúna cerca de 100 pessoas nos dois dias. O objetivo da Conferência é avaliar as políticas públicas municipais relativas à pessoa com deficiência; fixar as diretrizes gerais da política municipal relativa à pessoa com deficiência no biênio de 2016 a 2018; eleger os membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, representantes da sociedade civil, e apresentar os do poder público para compor o conselho.

conf.deficiencia.VPEstiveram presentes no primeiro dia o assessor de Acessibilidade e Direitos da Pessoa com Deficiência, representando a Prefeitura de Londrina, Almir Escatambulo; a secretária municipal de Assistência Social, Télcia Lamônica de Oliveira; a presidente do CMDPD, Rita de Cássia Lopes, que apresentou um balanço da atual gestão do Conselho e a promotora de Justiça Solange Vicentin, que palestrou sobre o tema da conferência.

Segundo Escatambulo, no primeiro dia foram debatidos os desafios com relação à saúde da pessoa com deficiência de Londrina, a acessibilidade, os serviços socioassistenciais que atentem este público e os desafios para a implementação das políticas públicas voltadas a pessoa com deficiência.

Nesta sexta-feira (29) será feita a leitura e aprovação do regimento interno, apresentação e aprovação das propostas que subsidiarão as Diretrizes para a Política Municipal e eleição dos membros da sociedade civil que irão compor o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Londrina, para a gestão 2016-2018. Serão eleitos 12 representantes da sociedade civil e apresentados 10 representantes do poder público.

conf.deficiencia.V2Dados – Durante a abertura da conferência, a secretária municipal de Assistência Social, Têlcia Lamônica, apresentou os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do ano de 2010, que apontam que há 109.642 pessoas com deficiências em Londrina. Destas, a maior parte (80.624) possuem deficiência visual; 25.436 deficiência auditiva; 35.853 física e/ou motora; 6.794 mental e/ou intelectual e 260 sem declaração do tipo de deficiência. Os dados apontam também que a mesma pessoa pode apresentar mais de um tipo de deficiência.

Além disso, segundo os dados apresentados pela secretária, há 5.298 pessoas com deficiência na cidade recebendo um salário mínimo mensal, através do Benefício de Prestação Continuada (BPC), pago pelo Governo Federal.

Dentre os serviços socioassistenciais prestados em Londrina, para atender as pessoas com deficiência, Télcia destacou, durante a conferência, o serviço de proteção social básica no domicílio, para pessoas com deficiência e idosos, realizado em parceria com a instituição Congregação das Irmãs da Pequena Missão; o serviço de proteção especial para pessoa com deficiência e suas famílias, realizado em parceria com a Cáritas Arquidiocesana e o atendimento às crianças e adolescentes com deficiências nas instituições de acolhimento institucional.

Também foi feito um reordenamento do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS IV), para melhor atender pessoas com deficiência e idosos e reordenamento da instituição Casa do Bom Samaritano para prestar melhor atendimento tanto às pessoas com deficiência quanto as que estão em situação de rua.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 4217 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner