Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Internet como ferramenta de crime é tema de audiência pública

Share

Audiência pública será realizada às 9h desta sexta-feira (12), na Câmara Municipal de Londrina

Audiência pública será realizada às 9h desta sexta-feira (12), na Câmara Municipal de Londrina Debater os crimes praticados contra as mulheres na rede mundial de computadores é o objetivo da audiência pública que será realizada nesta sexta-feira (12), às 9h, na Câmara Municipal de Londrina, na rua Governador Parigot de Souza, 145, no Jardim Caiçaras. A iniciativa é promovida pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres em parceria com a Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara Municipal de Londrina.

A secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Sonia Maria Lima Medeiros, explicou que diante da popularização dos crimes cometidos contra as mulheres, através da internet, a troca de ideias e experiências concernentes a tais formas de delito é fundamental. “Dar voz a pessoas que foram vítimas desse tipo de crime é importantíssimo e servirá de base para que possamos elaborar e implementar políticas públicas contundentes.”

Já a presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara Municipal, Elza Correia, ressaltou que, apesar dos avanços obtidos nos últimos anos, ainda são comuns as ocorrências desses delitos e que não há lei que os defina como crime no ordenamento jurídico brasileiro. “Uma vez agredida, a mulher não tem como se defender. É necessário normatizar tais infrações para que os agressores possam ser punidos”, justificou a vereadora.     

Para sanar esta brecha, tramitam na Câmara dos Deputados, em Brasília, e na Assembleia Legislativa do Paraná, propostas que visam ampliar para a rede mundial de computadores os mecanismos de combate a crimes contra a mulher. Os autores da proposição, o deputado federal João Arruda e o estadual Gilberto Martin, confirmaram presença na audiência.

A mesa será composta também pela juíza Zilda Romero, pela promotora Solange de Lacerda, ambas da Vara Maria da Penha, bem como pela delegada da mulher de Londrina, Elaine Ribeiro.

Foto: Ilustrativa

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 1869 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner

Servidor Municipal


Redes Sociais

Logo do Facebook  Logo do Flickr  Logo do Youtube  Logo do Twitter  icon instagran

 

 

ouvidoria rodape lon

 acesso a informacao rodape

icon interacao