Banner
   
Tamanho Texto

Busca

educacao

Educação Especial/Inclusiva

Share

Propiciar condições para que os alunos com necessidades educacionais especiais tenham autonomia dentro das escolas municipais. Este é um importante passo dado pela Prefeitura para incluir todos os alunos na rede. As novas escolas, construídas ou reformadas, já não têm mais obstáculos que dificultem o dia a dia dos alunos. Foram adequados banheiros, construídas rampas, instalados corrimãos e ampliadas as dimensões das portas das salas de aula.

Dentre as medidas tomadas pela PML/SME estão as viabilizações das tecnologias assistivas; professores de apoio permanente em sala de aula; a avaliação e assessoria psicopedagógica no contexto escolar; as Salas de Recurso Multifuncional, onde se realiza o Atendimento Educacional Especializado.

A secretaria conta ainda com classes especiais na área de Transtorno Global do Desenvolvimento. Todo ano aumenta o número de alunos com necessidades educacionais especiais na rede municipal. Para melhor atender aos alunos, os professores e equipe técnica das escolas recebem formação continuada específica.

 

POLÍTICA DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA


A Secretaria de Educação do Município de Londrina, comprometida com a política de inclusão educacional dos alunos com necessidades educacionais especiais, implementa ações para a garantia do direito ao acesso à educação nas Escolas Municipais, atendendo aos objetivos de Educação Inclusiva.

A Educação Especial é definida como modalidade transversal que perpassa todos os níveis e etapas. É entendida como proposta pedagógica que organiza recursos e serviços educacionais para apoiar a escolarização dos alunos com necessidades educacionais especiais e realizar o atendimento educacional especializado. Na Rede Municipal de Ensino, os investimentos da Secretaria de Educação também estão voltados à acessibilidade aos espaços e ao currículo.


 
FORMAÇÃO DE EDUCADORES

A formação continuada de educadores é ofertada tanto pela mantenedora, quanto pelas próprias unidades escolares, especialmente aos professores que já atendem crianças com necessidades educacionais especiais.


 
APOIO MULTIPROFISSIONAL

 

Para a identificação das necessidades especiais e assessoria aos professores, as escolas da Rede Municipal contam com o apoio de uma equipe multiprofissional, composta por 13 profissionais especializados em Educação Especial, psicopedagógica e psicologia que realizam assessoria às professoras da Sala de Recursos e à equipe técnico-pedagógica das escolas no contexto escolar.

Atendendo aos dispositivos legais, os serviços de apoio especializado e os serviços especializados ofertados na rede pública de ensino, na rede conveniada ou por meio de parcerias.


SALAS DE RECURSOS (multifuncional): Atendimento realizado por professor habilitado ou especializado em educação especial que suplementa (no caso dos superdotados) e complementa (para os demais alunos) o atendimento educacional realizado em classes comuns da educação básica. Esse serviço realiza-se em escolas, em local dotado de equipamentos e recursos pedagógicos adequados às necessidades educacionais especiais dos alunos, podendo estender-se a alunos de escolas próximas, nas quais ainda não existam esse atendimento. Pode ser realizado individualmente ou em pequenos grupos, para alunos que apresentem necessidades educacionais especiais semelhantes, em horário diferente daquele em que frequentam a classe comum. A Secretaria Municipal de Educação conta com 31 Salas de Recursos, sendo 29 Salas de Recursos Multifuncional tipo 1 e 2 Salas de Recursos Multifuncional tipo 2.      
 
PROFESSORES DE APOIO PERMANENTE: Profissional de apoio permanente em sala de aula que presta atendimento educacional ao aluno no contexto do ensino regular, auxiliando o professor regente e a equipe técnico-pedagógica da escola. Pressupõe-se um atendimento mais individualizado, subsidiado com recursos técnicos, tecnológicos e/ou materiais, além de códigos e linguagens mais adequados às diferentes situações de aprendizagem. Atualmente a rede conta com 59 profissionais nesse serviço.

RECURSOS FÍSICOS: Recursos técnicos, tecnológicos, físicos e materiais específicos utilizados para permitir o acesso ao currículo dos alunos com necessidades educacionais especiais. Citamos: material didático em braile ou ampliado, bengala, reglete, sorobã, punção, máquinas Perkins, computadores, lupas, telelupas, pistas táteis, softwares adaptados, mobiliários anatômicos e adaptados, ambientes com acessibilidade, entre outros.
 
PROFESSORES ITINERANTES: Professor habilitado ou especializado em educação especial que atua periodicamente, em uma ou várias escolas do ensino comum, assessorando os professores do ensino regular e à escola, proporcionando-lhes orientações para a realização da flexibilização e adaptações curriculares necessárias ao sucesso na aprendizagem. Este serviço é realizado em parceria com Escolas Especiais e também por profissionais da equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal de Educação.

CLASSES ESPECIAIS - TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO: Salas de aula com acessibilidade nas edificações, com a eliminação de barreiras arquitetônicas nas instalações, no mobiliário e nos equipamentos, conforme as normas técnicas vigentes. São organizadas para atendimento às necessidades educacionais especiais de alunos que apresentam condutas típicas de síndromes e quadros psicológicos, neurológicos ou psiquiátricos. O trabalho é desenvolvido por professores habilitados ou com especialização em educação especial que utiliza métodos, técnicas, procedimentos didáticos e recursos pedagógicos específicos, conforme anos/etapas iniciais do ensino fundamental, para que o aluno tenha acesso ao currículo da base nacional comum. A capacidade de atendimento da Rede Municipal de Ensino é de 25 crianças, subdivididas em 5 turmas.
 
ATENDIMENTO PEDAGÓGICO DOMICILIAR: Serviço destinado a viabilizar a educação escolar de alunos com necessidades educacionais especiais que estejam impossibilitados de frequentar as aulas, em razão de tratamento de saúde que implique permanência prolongada em domicílio, mediante atendimento especializado realizado por professor especialista ou habilitado em educação especial.

ATENDIMENTO H.U. - SERVIÇO DE ATENDIMENTO À REDE DE ESCOLARIZAÇÃO HOSPITALAR - SAREH: O serviço de atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar objetiva o atendimento educacional a crianças, adolescentes, jovens e adultos que se encontram impossibilitados de frequentar a escola em virtude de situação de internamento hospitalar ou tratamento de saúde, permitindo-lhe a continuidade do processo de escolarização, a inserção ou reinserção em seu ambiente escolar. O serviço é ofertado a alunos matriculados na rede pública ou particular do ensino, que se encontram internados no Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná (HU). A Secretaria Municipal de Educação conta com um profissional com carga horária de vinte horas nesse serviço.

 

 

CLIQUE E ACESSE A RELAÇÃO DE ESCOLAS ESPECIAIS CONVENIADAS

 

 

Acesso Fácil

Educação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 4692 visitantes