Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Vacinação contra H1N1 para idosos começa amanhã

Share

Pessoas acima de 60 anos podem se imunizar contra a gripe H1N1 em qualquer UBS; Saúde alerta que somente crianças devem tomar a segunda dose da vacina

A partir de amanhã (24), as pessoas acima de 60 anos que, ainda, não tomaram a vacina contra a gripe H1N1 devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência. A Secretaria Municipal de Saúde ampliou a vacinação para idosos, gestantes e crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Até o momento, 7.246 crianças e 699 gestantes já tomaram a vacina. A ampliação do público-alvo tem por objetivo vacinar no mínimo 80% dos idosos da cidade. Durante a campanha de vacinação, realizada em maio deste ano, 78% deles se imunizaram. A Secretaria de Saúde disponibilizou 7 mil doses da vacina para pessoas acima de 60 anos. Elas fazem parte das 13 mil unidades entregues pela Secretaria da Saúde do Paraná (SESA) para os municípios da 17ª Regional Estadual de Saúde.

Segundo a diretora de Epidemiologia e Informações em Saúde, Sandra Regina Caldeira, é importante ressaltar que apenas crianças devem tomar a segunda dose da vacina. “Idosos e gestantes devem tomar apenas uma dose da vacina contra a gripe. Somente as crianças precisam tomar a segunda dose, porque seu sistema imunológico está em formação. Idosos que já receberam a vacina este ano, não tomarão novamente”, disse Sandra.

A vacina está sendo aplicada em todas as UBS da cidade. E, aos primeiros sintomas da gripe, a população deve procurar um médico. Os hospitais, pronto-atendimentos e as UBS também têm o Oseltamivir, que é o medicamento necessário para o tratamento em casos de suspeitas da gripe H1N1. O remédio está sendo distribuído gratuitamente.

Até o momento, 14 casos da doença foram confirmados. Destes, um óbito, ainda, aguarda o prontuário para confirmar a morte devido à gripe ou outras patologias. Vinte e um pacientes estão internados com suspeitas de gripe A e duas mortes aguardam o resultado dos exames emitidos pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen).

A Secretaria de Saúde lembra que é necessário continuar com ações simples, como lavar as mãos e utensílios individuais com frequência, evitar ambientes fechados e com pouca ventilação, evitar aglomerações, ter cuidado ao expirar e tossir protegendo o rosto com lenço descartável e utilizar o álcool em gel.

 

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 2628 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner