Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Prefeitura abre processo seletivo para SAMU e PSF

Share
Aprovados vão substituir os contratados emergencialmente, municipalizando o serviço; inscrições vão até o dia 28, às 17h

A Prefeitura de Londrina abre hoje (22), às 17h, as inscrições para dois processos seletivos destinados à contratação, por prazo determinado, de profissionais para atuarem em dois programas da Secretaria de Saúde. No total, serão 420 novos servidores em atividade na Unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 – dentro da Central de Regulação e para o Programa Saúde da Família (PSF), no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

As inscrições para ambos os programas estão sendo feitas no portal da Prefeitura (http://www1.londrina.pr.gov.br) e ficam abertas até o dia 28 deste mês, às 17h. A taxa de inscrição varia de R$15 a R$35. O teste seletivo tem previsão para ser realizado no dia 14 de agosto. Mais informações podem ser acessadas no edital dos concursos que, também, estão disponíveis no portal da Prefeitura.

Os cargos disponíveis para o edital do SAMU são: enfermeiro intervencionista, enfermeiro regulador/ auditor, fisioterapeuta regulador, médico regulador auditor, médico regulador intervencionista em urgência/ emergência, auxiliar de enfermagem socorrista, auxiliar de regulação médica e condutor socorrista.

Já os cargos para o edital do PSF são: auxiliar de enfermagem, auxiliar de farmácia, educador físico, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico para atuação no Programa Saúde da Família, médico para atuação em internação domiciliar, médico dermatologista, médico infectologista, médico pneumologista, nutricionista e psicólogo.

Os salários vão de R$ 1.176,36 a R$ 6.454,57, dependendo do cargo. O número de vagas também varia, para auxiliar de regulação médica, serão contratados 49 servidores. A carga horária semanal vai de 20 a 42 horas. O processo seletivo é para cargos de prazo determinado de um ano, podendo ser estendido por mais um.

Segundo o diretor de Recursos Humanos da Autarquia da Secretaria de Saúde, Márcio Adriano Porfírio, o objetivo do teste seletivo é dar continuidade aos programas municipais. “A partir de agora, todos os serviços, que antes eram terceirizados pelas Oscips, passam a ser municipalizados e  controlados pela prefeitura, acabando com a Oscips”, explicou.

Desde dezembro do ano passado, o prefeito Barbosa Neto vem municipalizando os serviços da saúde, sendo, primeiro, o setor de endemias. Os aprovados no processo seletivo vão substituir os contratados, em caráter emergencial, no início de junho, devido ao fim dos contratos com os institutos Atlântico e Gálatas.

Acesso Fácil

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 4181 visitantes

Núcleo de Comunicação

Banner
Banner