Banner
   
Tamanho Texto

Busca

Share
O Canal Educativo Municipal (CEM) tem por objetivo contribuir para o crescimento cultural dos alunos da Rede Municipal de Ensino, por meio de materiais produzidos pela Secretaria de Educação e pelas Escolas da Rede, integrando não só professores e alunos, mas toda a comunidade.

 

Históricoalt A Prefeitura de Londrina, representada pela Secretaria Municipal de Educação, em parceria com a Sercomtel e a Net/Londrina, inaugurou em 1995 o Canal Educativo Municipal (CEM) – uma TV, via cabo, sem fins lucrativos – amparado pela Lei Federal 8.977/95 do serviço de TV a cabo e Lei Municipal 6.010/94, regulamentada pelo Decreto Municipal 332/95.

Em seu quarto mês de funcionamento, o CEM passou a atender algumas escolas estaduais e inaugurou o primeiro Telecursinho à distância do país, numa iniciativa pioneira da Secretaria Municipal de Educação, Núcleo Regional de Ensino, Net/Londrina e Lojas Pernambucanas.

Com a implantação da TV Escola (projeto do MEC) na Rede Municipal de Ensino, em 1996, a coordenação dos trabalhos relativos ao desenvolvimento desse projeto ficou sob a responsabilidade da equipe do CEM. No mesmo período, ficou também a cargo do CEM a divulgação, a recepção e o encaminhamento ao MEC das avaliações da TV Executiva. Os programas veiculados, quase em sua totalidade, foram cedidos pela Fundação Padre Anchieta. A grade de programação era composta também por programas cedidos pela Fundação Mokiti Okada, TV Escola, Emater/Paraná e Bonneville Communications, além das produções próprias.

A equipe também efetivou parceria com a Universidade Estadual de Londrina – CECA, por meio da professora especialista em TV a Cabo, Neuza Maria Amaral, que acompanhou e orientou o início dos trabalhos da equipe do CEM; parceria com a Embrapa/Soja e Emater/Paraná que cedeu funcionários para um assessoramento nas produções de projetos piloto e parceria com a PBW Finalizadora, cujo proprietário, William Barbini, muito auxiliou na produção do conhecimento da equipe.

O CEM funcionava diariamente das 7h30min às 21h30min, no canal 16 da NET/Londrina e, para definir a grade de programação, tomava-se por base critérios como: formato, duração e conteúdo educativo/cultural, faixa etária do público, horário de funcionamento das escolas e os Parâmetros Curriculares Nacionais.

Para a divulgação da sua programação e buscando conscientizar os educadores e alunos da Rede Municipal para a importância do trabalho com a mídia televisiva na escola, a equipe do CEM organizou uma produção gráfica composta de guia de programação, apostilas de atividades, revista e suplemento infantil. Atuava também em grupos de estudo e práticas pedagógicas nas escolas.

Por falta de investimentos, em 2001, passou a retransmitir apenas a TV Cultura e a TV Educativa do Paraná. Entretanto, como as condições técnicas dessa retransmissão foram perdendo sua qualidade, as atividades foram totalmente suspensas em 2004 e a equipe, em sua maioria, foi transferida para o Núcleo de Audiovisual da Secretaria Municipal de Educação. Atualmente, o Canal Educativo Municipal está situado no prédio Secretaria Municipal de Educação.

É veiculado via-web, hospedado no Portal da Prefeitura Municipal de Londrina, atendendo à toda comunidade escolar municipal, haja vista que todas as unidades escolares possuem conexão de internet e computadores para uso dos alunos (ora na biblioteca, ora no laboratório de informática).

rodape_canal_educativo

Acesso Fácil

Educação

Menu Principal

Quem está Online?

Nós temos 3464 visitantes
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Servidor Municipal


Redes Sociais

Logo do Facebook  Logo do Flickr  Logo do Youtube  Logo do Twitter  icon instagran

 

 

ouvidoria rodape lon

 acesso a informacao rodape

icon interacao